PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Fed acredita que riscos econômicos diminuíram

22/05/2019 18h25

Washington, 22 Mai 2019 (AFP) - Os riscos que rondam a economia dos EUA, incluindo o Brexit e a incerteza da guerra comercial, diminuíram, embora persistam, disse o Federal Reserve (Fed) nesta quarta-feira (22).

Com pressões inflacionárias mínimas, o Fed tem espaço para esperar um momento melhor para elevar as taxas de juros, de acordo com um relatório de reuniões de política monetária realizado entre 30 de abril e 1 de maio, na qual eles mantiveram os juros inalterados.

No entanto, as deliberações ocorreram em um contexto de otimismo em relação a um acordo comercial entre a China e os Estados Unidos para acabar com a guerra tarifária empreendida por ambas as potências. Desde então, Washington mais do que dobrou as tarifas sobre 200 bilhões de dólares em produtos chineses, e Pequim retaliou.

O Fed também deliberou antes de Washington levantar as tarifas sobre aço e alumínio do Canadá e do México, que também aplicaram medidas contra as exportações dos EUA.

O documento mostrou que os membros do Fed estão divididos sobre as perspectivas para a inflação, que permanece abaixo da meta de 2%, apesar da força da economia e do baixo desemprego.

"Muitos participantes observaram que os riscos e incertezas que pesaram sobre suas projeções no início do ano foram moderados, incluindo aqueles relacionados à economia mundial, ao Brexit e às negociações comerciais", diz o relatório.

"Isto posto, persistem essas e outras fontes de incerteza", aponta o documento.