PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Reunião Trump-Xi será sem 'pré-condições', diz assessor da Casa Branca

27/06/2019 18h17

Washington, 27 Jun 2019 (AFP) - O principal assessor econômico do presidente dos Estados Unidos disse nesta quinta-feira em Washington que não existem condições prévias de nenhuma das partes nas vésperas de um encontro chave entre Donald Trump e o presidente chinês, Xi Jinping.

"Não há precondições nessas conversas", disse à imprensa o principal economista da Casa Branca, Larry Kudlow. "Isso é muito importante", acrescentou em referência ao encontro de sábado entre ambos os líderes em Osaka, Japão, à margem da cúpula do G20.

Kudlow desestimou um relatório publicado pelo The Wall Street Journal que afirma que Xi apresentará a Trump uma série de exigências a serem contempladas para retomar as negociações com as quais pretende pôr fim à guerra comercial entre ambos os países.

Segundo o jornal, as pré-condições incluem acabar com o bloqueio imposto às companhias americanas para que façam negócios com o gigante chinês das telecomunicações Huawei, empresa que Washington considera uma ameaça para sua segurança nacional.

Kudlow disse que Trump imporá tarifas adicionais se a reunião não terminar bem, mas não esclareceu os parâmetros para considerar o encontro exitoso.

"Ele (Trump) não teria essa reunião com o presidente Xi se não estivesse interessado nesse acordo", disse Kudlow.

Os Estados Unidos exige da China uma reforma estrutural que garanta direito de propriedade intelectual às empresas americanas e mercados abertos.

Trump já aplicou tarifas alfandegárias a aproximadamente 200 bilhões de dólares em produtos chineses que entram nos Estados Unidos, e ameaçou impor tarifas sobre outros 325 bilhões de dólares. Se isso for feito, estará taxando todas as importações americanas da China.