PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Inventor francês fracassa ao tentar cruzar canal da Mancha em prancha voadora

25/07/2019 21h49

Lille, França, 26 Jul 2019 (AFP) - O inventor francês Franky Zapata fracassou nesta quinta-feira (25) em sua tentativa de cruzar o Canal da Mancha em uma prancha voadora e caiu na água a 18 km da costa francesa, antes de ser resgatado.

"Estou decepcionado, mas tentarei novamente", disse Zapata à AFP. "Não sei quando, mas certamente nos próximos dias", acrescentou, ao voltar para a costa da França a bordo de um rebocador militar.

Zapata, de 40 anos, decolou por volta das 07h05 GMT (04h05 de Brasília) perto da praia de Sangatte, no noroeste da França, diante de uma dúzia de curiosos.

Ele planejava cruzar o estreito de 35 quilômetros e aterrissar na costa inglesa, na área da baía de St Margaret's, mas caiu na água pouco mais da metade do percurso, quando devia pousar em um navio para reabastecer o combustível.

"Estou bem, bati com o cotovelo ao cair, mas nada grave", disse Zapata, mostrando um pequeno arranhão no cotovelo esquerdo.

"Caí na água junto do barco e todos os meus amigos pularam na água para me ajudar", acrescentou o inventor, relatando que quando se aproximava do barco, este parou bruscamente e seus pés foram para frente.

"Temos que analisar este fracasso e voltar mais fortes em alguns dias. Acho que é um problema do barco", afirmou.

Logo após o fracasso, a atmosfera era de pesar na praia de Sangatte. Sua equipe técnica começou a empacotar o material e o público que o esperava foi embora rapidamente.

- Surpresa na Champs Elysées -Este ex-campeão mundial de esqui aquático causou sensação no desfile de 14 de julho, em Paris, quando sobrevoou os Champs-Elysées sob os olhares de milhares de pessoas, incluindo o presidente Emmanuel Macron.

Seu dispositivo, chamado "Flyboard" e inventado pelo próprio Zapata, é propulsado por cinco turbinas a ar que permitem avançar a até 190 km/h, com uma autonomia de cerca de dez minutos.

Esse inventor francês se preparou seis meses para esse desafio técnico e físico, 110 anos depois que o francês Louis Bleriot realizou o primeiro voo de avião sobre o Canal da Mancha.

Zapata lançou seu "Flyboard Air" em 2016, o mais recente objeto incorporado à sua marca homônima, que inclui uma prancha flutuante propulsada à água e um jet ski, com preço de 4.500 euros.

O dispositivo é alimentado por cinco pequenos motores a jato e controlado por um acelerador manual, que Zapata ativa para decolar depois de calçar um par de botas presas à prancha.

O governo francês elogiou essa invenção e chegou a sugerir um potencial militar.

O presidente Emmanuel Macron postou um vídeo das acrobacias de Zapata no desfile de 14 de julho no Twitter, com a legenda "Orgulhoso do nosso exército, moderno e inovador".

A ministra francesa das Forças Armadas, Florence Parly, disse à rádio France Inter que o "Flyboard" pode ser testado em diferentes tipos de usos, por exemplo como plataforma logística voadora ou, inclusive como plataforma de ataque.