IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Japão autoriza exportações à Coreia do Sul após fim de parceria preferencial

08/08/2019 00h34

Tóquio, 8 Ago 2019 (AFP) - O governo do Japão aprovou nesta quinta-feira a exportação de determinados produtos à Coreia do Sul, pela primeira vez desde a retirada dos sul-coreanos de sua lista de parceiros preferenciais, o que havia reativado a tensão bilateral.

O ministro da Economia, Comércio e Indústria, Hiroshige Seko, informou que o governo deu sinal verde para a exportação à Coreia do Sul de produtos químicos utilizados na fabricação de microprocessadores e telefones celulares.

"Geralmente não anunciamos casos individuais de permissão para exportações, mas estou fazendo este anúncio excepcional porque o governo da Coreia do Sul formulou críticas injustas, de que nossa iniciativa é um embargo às exportações".

No dia 4 de julho, o Japão decidiu ampliar as restrições comerciais à Coreia do Sul e a retirou de sua "lista branca" de países isentos de procedimentos para a aquisição de centenas de produtos japoneses.

A medida, que entrará em vigor no dia 28 de agosto, foi vista como uma sanção contra Seul e agravou a tensão bilateral.

De imediato, a Coreia do Sul rescindiu a inclusão do Japão como país favorecido para as exportações, e prometeu revisar o acordo de cooperação e intercâmbio de informações militares.

Seko destacou que alguns pedidos de autorização para exportação apresentados após 4 de julho já estavam fora de restrição e livres de "preocupações de segurança".

"Queremos que a Coreia do Sul entenda que isto não é um embargo às exportações e sim uma medida de administração das exportações".

Economia