PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Petroleiro iraniano liberado em Gibraltar segue para o Líbano, afirma Turquia

30/08/2019 08h10

Oslo, 30 Ago 2019 (AFP) - O petroleiro iraniano Adrian Darya 1, suspeito de transportar combustível para a Síria e que esteve retido em Gibraltar, segue para o Líbano, afirmou nesta sexta-feira o chefe da diplomacia da Turquia, Mevlut Cavusoglu.

"Este petroleiro não se dirige na realidade para Iskenderun (porto do sul da Turquia), e sim para o Líbano", declarou Cavusoglu durante uma visita a Oslo.

O chanceler turco, no entanto, não informou se a costa libanesa é o destino final.

"Seguimos comprando gás iraniano, mas deixamos de comprar petróleo", afirmou a autoridade turca, explicando que o seu país "acompanha de perto" a situação da embarcação.

As autoridades libanesas afirmaram, contudo, que não receberam nenhum pedido para o desembarque do petroleiro iraniano.

"Não há nenhum pedido de entrada no Líbano do petroleiro Adrian Darya 1", declarou no Twitter a ministra da Energia libanesa, Nada Bustani, em reação às declarações do chefe da diplomacia turca.

O Adrian Darya 1, cujo nome era Grace 1 quando esteve paralisado em Gibraltar, ao sul da Espanha, foi capturado em julho pelas autoridades do enclave britânico suspeito de transportar petróleo para a Síria, em violação do embargo europeu.

O Tribunal Supremo de Gibraltar autorizou em 15 de agosto a sua liberação depois que as autoridades iranianas asseguraram que não entregaria petróleo à Síria.

Teerã informou na segunda-feira que vendeu todo o petróleo que transportava na embarcação, mas não precisou a identidade do comprador, nem se adquiriu o petróleo antes ou depois da detenção, em 4 de julho.

As autoridades de Gibraltar rejeitaram o pedido dos Estados Unidos para que mantivessem o petroleiro imobilizado.

phy/gab/phv/eb/me/fp