PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

140 empresas optam pela Holanda diante da incerteza do Brexit

19/02/2020 09h57

Haia, 19 Fev 2020 (AFP) - Cada vez mais empresas internacionais optam pela transferência para a Holanda devido à incerteza econômica relacionada ao Brexit, destacou nesta quarta-feira o ministério holandês de Assuntos Econômicos.

Desde o referendo sobre o divórcio entre o Reino Unido e a União Europeia (UE) em junho de 2016, "140 empresas optaram pelos Países Baixos, 78 delas em 2019", anunciou a Agência de Investimentos Estrangeiros (NFIA), vinculada ao ministério.

"Inclusive após o Reino Unido abandonar a União Europeia e entrar em um período de transição, persistem as incertezas sobre a nova relação econômica e os efeitos já imprevistos sobre o comércio internacional", afirmou a NFIA em um comunicado.

De acordo com a NFIA, as 140 empresas devem criar mais 4.200 empregos e investir 375 milhões de euros (405 milhões de dólares) na Holanda nos três primeiros anos após a mudança.

Em agosto de 2019, a NFIA anunciou que quase 100 empresas internacionais haviam optado pela Holanda desde o referendo sobre o Brexit.

"Com a incerteza persistente (a respeito do Brexit) é compreensível que as empresas internacionais busquem alternativas no mercado europeu", declarou Jeroen Nijland, diretor da NFIA.

"2020 será um ano importante para estas empresas. Muito dependerá das características específicas dos futuros acordos nas relações entre Reino Unido e UE", completou.

A NFIA afirma que está em discussões com mais de 400 empresas sobre uma possível transferência para a Holanda, que inclui grupos britânicos, americanos e asiáticos.

A Holanda não está na lista negra de paraísos fiscais da UE, mas a legislação fiscal do país favorece os grandes grupos.

smt/cvo/mis/zm/fp

SHIONOGI & CO

PUBLICIDADE