PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Trump é criticado por ter seu nome impresso em cheques de ajuda a americanos

Alex Wong/Getty Images
Imagem: Alex Wong/Getty Images

16/04/2020 06h01

A líder democrata do Congresso americano, Nancy Pelosi, chamou nesta quarta-feira (15) de "vergonhoso" que o nome do presidente Donald Trump apareça nos cheques de ajuda aos cidadãos afetados pela crise do novo coronavírus, uma decisão do chefe da Casa Branca que pode atrasar o envio dos subsídios.

O Tesouro americano confirmou à AFP que o nome do presidente será impresso nos cheques de até 1.200 dólares que serão enviados a dezenas de milhões de cidadãos americanos.

O fato de colocar o nome do presidente pode atrasar em alguns dias o envio dos cheques, reportou o jornal The Washington Post, citando altos funcionários dos serviços fiscais dos Estados Unidos.

"Atrasar pagamentos diretos às famílias vulneráveis somente para imprimir seu nome no cheque é um novo exemplo vergonhoso do fracasso catastrófico do presidente Trump na hora de tratar esta crise com a urgência de que precisa", reagiu Pelosi em um comunicado.

Outros congressistas democratas e vários internautas criticaram abertamente o presidente nas redes sociais, acusando-o de querer tirar vantagem política com essa ajuda antes das eleições de novembro, nas quais tentará a reeleição.

"Não sei muito sobre isto, mas entendo que meu nome está lá", disse Trump durante a entrevista coletiva diária sobre a crise do coronavírus.

"Entendo que não está atrasando nada e isso me deixa satisfeito", completou. "Não me parece que seja um grande problema. Tenho certeza de que as pessoas ficarão muito felizes de receber um grande e lindo cheque, e meu nome está nele".

Estes cheques são parte do histórico plano de ajuda de mais de dois trilhões de dólares, aprovado pelo Congresso e promulgado por Trump no fim de março para sustentar a economia ante a pandemia.