PUBLICIDADE
IPCA
0,26 Jun.2020
Topo

EUA tem perda histórica de 20,5 milhões de vagas em abril e desemprego bate 14,7%

08/05/2020 10h38

Washington, 8 Mai 2020 (AFP) - O índice de desemprego nos Estados Unidos subiu 4,4% em março, chegando a para 14,7% em abril, após a perda de 20,5 milhões de empregos pela pandemia do coronavírus no mês passado - apontam dados publicados nesta sexta-feira (8) pelo Departamento do Trabalho.

"O emprego sofreu redução em praticamente todos os principais setores industriais, com uma queda mais marcada nos setores de lazer e hotelaria", informou o Departamento do Trabalho.

Em um ano eleitoral, o desemprego de dois dígitos complica as possibilidades do presidente Donald Trump, que enfrenta a eleição em novembro.

O presidente tentou diminuir o impacto das más notícias e disse que esses dados "não são surpreendentes".

Os dados "eram completamente esperados. Eles não são surpreendentes. Todo mundo sabia disso", declarou Trump à conservadora rede Fox News.

"Até os democratas não me culpam por isso", disse o presidente, cuja administração começou o ano com um desemprego em níveis mínimos recordes.

Assim, o número de pessoas sem emprego passou de 15,9 milhões para 23,1 milhões. A quantidade de pessoas com emprego de meio período, devido à situação econômica dobrou, chegou a 10,9 milhões.

Essa destruição de empregos a uma taxa recorde se soma a uma lista de indicadores que compõem o cenário recessivo: dados fracos do consumo das famílias, poucos investimentos e comércio e, mais importante, o PIB no primeiro trimestre nos Estados Unidos registrou contração de 4,8% na projeção anual.

an/mr/tt

Economia