PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Cortes da produção saudita sustentam preços do petróleo

12/05/2020 18h11

Nova York, 12 Mai 2020 (AFP) - O petróleo subiu nesta terça-feira, alimentado por anúncios de cortes na produção de vários países do Golfo Pérsico, liderados pela Arábia Saudita.

O barril de WTI para entrega em junho saltou 6,8% em Nova York para US$ 25,78. Enquanto isso, o Brent do Mar do Norte para entrega em julho fechou em US$ 29,98 em Londres, alta de 1,2% em relação ao fechamento de segunda-feira.

Na segunda-feira, o Ministério da Energia saudita pediu à Aramco que reduzisse a produção em 1 milhão de barris por dia a partir de junho.

A decisão reduzirá a extração do maior exportador do mundo para 7,5 milhões de barris por dia (bd), informou o ministério em comunicado. O Kuwait e os Emirados Árabes Unidos se juntaram à medida.

Esses cortes liberam pressão sobre a oferta, que permanece mais alta que a demanda em meio a medidas de confinamento para combater o coronavírus. Eles também facilitam as capacidades de armazenamento, próximas ao máximo.

mba-bp-dho/Dt/lth/gm/cc

Saudi Aramco