PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

Petróleo fecha em alta enquanto mercado espera decisão de países produtores

03/06/2020 20h05

Nova York, 3 Jun 2020 (AFP) - Os preços do petróleo registraram um aumento nesta quarta-feira (3) após uma sessão volátil marcada por boatos de um acordo entre os países produtores para a produção por mais um mês.

Em Nova York, o barril de WTI para entrega em julho subiu 1,3%, situando-se em 37,29 dólares, seu maior nível desde o começo de março.

O barril de Brent do Mar do Norte para entrega em agosto fechou a 39,79 dólares, um aumento de 0,6% em relação ao fechamento anterior. Durante a sessão, superou os 40 dólares pela primeira vez desde 6 de março.

Após uma forte evolução na Ásia, os preços perderam força após vazamentos na imprensa de que a Organização de Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus aliados tinham chegado a um acordo para reduzir a produção por mais um mês.

Os observadores do mercado mais otimistas falam de um acordo por três meses.

"Acordamos que é necessário estender (o acordo) por pelo menos um mês. Depois, analisaremos a situação", disse uma fonte próxima às negociações à agência russa TASS.

Segundo esta fonte, os ministros da Energia da Arábia Saudita e da Rússia estão em contato permanente e têm "um entendimento mútuo" da situação.

A Opep e seus aliados resolveram retirar do mercado 9,7 milhões de barris diários em maio e junho em um contexto de forte queda da demanda pela pandemia do novo coronavírus em um mercado com excesso de oferta de petróleo.

O volume de corte deveria ser reduzido a 7,7 milhões de barris diários de julho a dezembro, mas o mercado aposta em que isto não ocorra e que por três meses a produção atual se mantenha.

bp-dho/jul/oaa/yow/lp/mvv

Economia