PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Mercado do petróleo assimila acordo Opep+ e preços caem

08/06/2020 16h54

Nova York, 8 Jun 2020 (AFP) - Os preços do petróleo caíram nesta segunda-feira depois de começarem em alta, no primeiro dia de negociações após o acordo da Opep e seus aliados (Opep+) no sábado e o anúncio da Arábia Saudita de que encerraria seus cortes adicionais na produção.

Em Londres, o barril de Brent do Mar do Norte para entrega em agosto perdeu 3,5%, a US$ 40,80.

Em Nova York, o barril do WTI para entrega em julho caiu 3,4%, a US$ 38,19.

O WTI conseguiu ultrapassar os US$ 40,00 durante o dia, pela primeira vez desde 6 de março.

Membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus aliados, incluindo a Rússia, concordaram no sábado em estender em julho o corte histórico na produção que começou em 1º de maio.

Este contrato retira 9,7 milhões de barris de petróleo bruto (mbd) por dia do mercado. Depois passará para 7,7 mbd. Agora, após o acordo de fim de semana, o corte foi de 9,6 milhões devido à recusa do México em se juntar ao esforço por mais um mês.

O ministro da Energia da Arábia Saudita, o príncipe Abdelaziz bin Salman, disse nesta segunda-feira durante uma coletiva de imprensa após a reunião da OPEP+ que os cortes voluntários aprovados por seu país, juntamente com o Kuwait e os Emirados Árabes Unidos, foram apenas "por um mês" e que por isso que eles iriam ser interrompidos.

bp/ktr/pcm/pc/mis/mr/dga/cc