PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

As principais verificações da AFP nesta semana

19/06/2020 11h29

Rio de Janeiro, 19 Jun 2020 (AFP) - Veja a seguir a seleção das principais verificações da AFP nesta semana:

1 - MÍDIA MOSTRA HOSPITAIS VAZIOS APÓS BOLSONARO PEDIR QUE APOIADORES FILMEM LEITOS

Publicações compartilhadas mais de 8 mil vezes em redes sociais desde meados de junho asseguram que emissoras de TV passaram a mostrar uma redução na procura por atendimento de pacientes de COVID-19 no Brasil após o presidente Jair Bolsonaro pedir que seus apoiadores filmem hospitais públicos "para mostrar se os leitos estão ocupados ou não". A reportagem usada para embasar a alegação foi exibida, no entanto, horas antes do presidente fazer o polêmico pedido. Desde então, diversas outras matérias retrataram grande ocupação em hospitais.

http://u.afp.com/MateriaHospitais

2 - JOICE HASSELMANN SEM MÁSCARA APÓS SER DIAGNOSTICADA COM COVID-19

Uma foto de Joice Hasselmann (PSL) sem máscara em um hospital foi amplamente compartilhada em redes sociais no dia 18 de junho para colocar em dúvida a notícia de que a deputada federal foi diagnosticada com o novo coronavírus. A imagem, data, no entanto, do início de março deste ano, quando a parlamentar passou por uma histerectomia. Na época, o Brasil havia registrado apenas dois casos importados de coronavírus.

http://u.afp.com/JoiceMascara

3 - CENTENAS DE MILHARES DE PESSOAS SE MANIFESTAM CONTRA PRESIDENTE ARGENTINO

Imagens de uma grande aglomeração de pessoas próximas ao Obelisco de Buenos Aires, na Argentina, foi compartilhada milhares de vezes em redes sociais desde meados de junho como se mostrasse um protesto atual contra o presidente do país sul-americano, Alberto Fernández. Embora Fernández tenha sido alvo de manifestações recentemente, o vídeo viralizado data de outubro de 2019 e registra um ato a favor da reeleição do então presidente argentino, Mauricio Macri.

http://u.afp.com/ManifestacaoArgentina

4 - MANIFESTANTE FORJA MACHUCADO AO SER EMPURRADO POR POLICIAL NOS EUA

Um vídeo compartilhado milhares de vezes em redes sociais desde o início de junho assegura que um manifestante idoso fingiu ter machucado a cabeça após ter sido empurrado por um policial durante um protesto desencadeado pela morte de George Floyd, no estado de Nova York, nos EUA. No entanto, o homem foi hospitalizado e a Procuradoria disse que ele foi atendido com uma ferida na cabeça e uma hemorragia no ouvido. Sua advogada, além disso, classificou a alegação como "ridícula".

http://u.afp.com/ManifestanteMachucado

5 - COMERCIANTE É MORTO EM PROTESTO ANTIRRACISMO NOS EUA

Um vídeo de um homem sendo agredido por diversas pessoas foi compartilhado mais de 20 mil vezes em redes sociais desde o fim de maio. Segundo as publicações, a vítima era um comerciante que morreu enquanto defendia sua loja de um saque em meio aos protestos antirracismo realizados atualmente nos Estados Unidos. Na verdade, segundo a polícia, o homem ficou momentaneamente inconsciente após esta gravação, quando foi espancado por manifestantes a quem perseguia com uma faca em Dallas. Por outro lado, nada indica que ele fosse proprietário de um comércio.

http://u.afp.com/AgressaoProtesto

6. FOTOS MOSTRAM AMÍGDALAS DE PACIENTES DE COVID-19

Duas imagens do interior de uma boca e suas amígdalas foram compartilhadas mais de 50 mil vezes em redes sociais desde o último dia 25 de maio como se correspondessem a uma pessoa com COVID-19 e a alguém que está se recuperando da doença. No entanto, as fotos circulam desde 2017 e 2019, antes da detecção do novo coronavírus; uma mostra uma infecção bacteriana e, a outra, amígdalas um pouco inflamadas.

http://u.afp.com/AmigdalasCOVID19