PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

Companhia aérea australiana Qantas anuncia corte de 6.000 empregos

Reprodução
Imagem: Reprodução

De Sydney

25/06/2020 00h54

A companhia aérea australiana Qantas anunciou nesta quinta-feira sua decisão de cortar 6.000 empregos e manter 100 aviões em terra por pelo menos um ano, buscando cortar custos em 10 bilhões dólares em resposta à crise da pandemia da covid-19.

O diretor executivo da empresa, Alan Joyce, disse que o plano de três anos para salvar a companhia aérea "da maior crise que o setor já enfrentou" também visa manter metade dos 29.000 funcionários da empresa em férias por meses.

A pandemia de coronavírus já havia forçado a Qantas a cancelar quase todos os seus voos internacionais até pelo menos outubro e reduzir as rotas domésticas.

Embora as viagens domésticas tenham começado a aumentar, já que a maioria das regiões australianas conteve a epidemia com sucesso, as fronteiras internacionais do país devem permanecer fechadas para o tráfego de passageiros até o próximo ano.

Uma recente onda de novos casos da covid-19 em Melbourne, a segunda maior cidade da Austrália, serviu como um lembrete de que a pandemia continua sendo uma ameaça.

A perda de 6.000 empregos afetará a Qantas e sua subsidiária de baixo preço Jetstar, enquanto a empresa espera que metade dos 15.000 funcionários licenciados desde março retorne ao trabalho até o final do ano, informou Alan Joyce.

Economia