PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Austrália prolonga plano de ajuda econômica por crise da pandemia

21/07/2020 09h30

Sydney, 21 Jul 2020 (AFP) - A Austrália manterá pelo menos até o ano que vem seu plano de ajuda econômica para proteger o mercado de trabalho das consequências da pandemia do novo coronavírus - anunciou o governo nesta terça-feira (21).

O primeiro-ministro Scott Morrison disse que a ajuda aos desempregados e às empresas que lutam para manter o emprego continuará até o final do próximo ano e provavelmente além.

A Austrália deve sofrer sua primeira recessão em quase 30 anos e enfrentar uma taxa de desemprego de dois dígitos.

Nesse contexto, o governo decidiu expandir seu plano de estímulo para um total de 86 bilhões de dólares australianos (60 bilhões de dólares).

O governo já distribuiu cerca de US$ 30 bilhões em ajuda a quase um milhão de empresas que viram seu faturamento cair, devido à crise.

O plano permitiu que cerca de 3,5 milhões de trabalhadores mantivessem seus empregos, segundo estimativas do governo.

O primeiro-ministro afirmou ainda que o programa para combater a "recessão da COVID-19" serviu para "salvar negócios e salvar meios de subsistência".

O anúncio da extensão do plano coincide com a decisão de voltar a confinar cerca de cinco milhões de australianos em Melbourne, a segunda maior cidade do país, para conter um novo surto de coronavírus.

Entre fevereiro e maio deste ano, dois milhões de australianos perderam o emprego, ou viram seu número de horas de trabalho se reduzir consideravelmente.

Até agora, a Austrália registrou mais de 12.000 casos de COVID-19. Há cerca de 3.000 casos ativos no estado de Victoria, do qual Melbourne é a capital.

arb-hr/hr/leg/fox/pc/mar/tt