PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Toshiba anuncia que deseja virar a página do carvão

11/11/2020 06h40

Tóquio, 11 Nov 2020 (AFP) - O conglomerado industrial japonês Toshiba anunciou nesta quarta-feira que vai parar de construir novas centrais elétricas movidas a carvão, após a conclusão dos pedidos em curso, e dará prioridade às energias renováveis.

"Ainda temos projetos em curso, mas decidimos sair da construção de novas centrais elétricas movidas a carvão", afirmou uma porta-voz da Toshiba à AFP.

O grupo tem 10 projetos em andamento para novas centrais elétricas movidas a carvão em todo o mundo e é uma das principais empresas do mercado.

A Toshiba aumentará os investimentos em energias renováveis - como a eólica marinha - e na pesquisa e desenvolvimento de células fotovoltaicas de nova geração, acrescentou a porta-voz.

O governo japonês estabeleceu a meta de neutralidade de carbono para o país até 2050.

O Japão, terceira maior economia mundial, atrás dos Estados Unidos e China, foi o quinto país emissor de gases do efeito estufa em 2018, segundo a organização Global Carbon Project.

O arquipélago japonês ainda depende muito dos combustíveis fósseis: produz 38% da energia elétrica com gás natural liquefeito (GNL) e quase 32% com carvão. O país limita a energia nuclear desde a catástrofe de Fukushima em 2011.

Antes da Toshiba, a Mitsubishi Heavy Industries também anunciou o plano de reduzir sua área de carvão para concentrar-se nas energias renováveis.

kh-etb/mac/ybl/erl/dga/fp

TOSHIBA

MITSUBISHI HEAVY INDUSTRIES

GENERAL ELECTRIC

MITSUBISHI UFJ FINANCIAL GROUP

SIEMENS

MIZUHO FINANCIAL GROUP