PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Mineiros soterrados na China transmitem nota aos socorristas

18/01/2021 11h55

Pequim, 18 Jan 2021 (AFP) - Há uma semana presos em uma mina na China após uma explosão, mineiros conseguiram enviar uma mensagem manuscrita para os socorristas - anunciaram autoridades locais nesta segunda-feira (18).

O acidente aconteceu em 10 de janeiro em Qixia, em uma mina de ouro da província de Shandong (leste), deixando 22 pessoas presas a mais de 600 metros da entrada do poço.

A deflagração causou danos significativos na escada de acesso ao fundo da mina e nos cabos de comunicação. Os socorristas conseguiram, porém, perfurar um canal e, neste fim de semana, ouviram golpes - o que equivale a sinais de vida.

Desde então, graças a um cabo enviado pelos socorristas, os mineiros conseguiram enviar uma mensagem escrita à mão. Segundo a nota, pelo menos 12 deles estão vivos, informaram as autoridades locais nesta segunda.

"Estamos todos exaustos. Precisamos urgentemente de remédios para dores de estômago, analgésicos, esparadrapo e anti-inflamatórios. Três pessoas também sofrem de hipertensão", diz a nota.

O autor da mensagem também escreve que os mineiros estão rodeados por muita água e que quatro deles estão feridos.

"Não sabemos a situação das outras dez pessoas" presas, afirma.

"Enquanto o resgate continuar, continuaremos a ter esperança. Obrigado!", encerra.

A televisão pública CCTV transmitiu imagens de salva-vidas introduzindo alimentos por um duto, por meio de um cabo de metal, que depois subiu com a mensagem dos mineiros.

A esperança de um resgate milagroso alimentava as discussões on-line na China. A hashtag #Acidente na mina de ouro de Qixia teve 140 milhões de visualizações nesta segunda-feira na rede social Weibo, o equivalente chinês ao Twitter.

"Vi a mensagem dos mineiros esta manhã quando estava vendo as notícias e me fez chorar", desabafa um internauta.

Os socorristas estão perfurando vários túneis para conseguir levar os mineiros de volta à superfície, sãos e salvos, acrescentou a emissora CCTV.

Alguns socorristas usavam chapéus de pele para se protegerem do frio. Muitos estavam cobertos de fuligem pelas operações de resgate, conforme as imagens exibidas pela televisão pública.

Dois diretores da mina foram demitidos após a explosão.

Acidentes nas minas são frequentes na China, um setor que tem uma segurança deficiente e onde raramente as regulamentações são aplicadas.

Em dezembro, 23 mineiros perderam a vida em uma mina de carvão em Chongqing, no sudoeste do país.

PUBLICIDADE