PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Pfizer calcula que vendas de sua vacina anticovid alcançarão US$ 15 bilhões em 2021

Caso as previsões sejam confirmadas, vacina da Pfizer seria uma das mais rentáveis da história da indústria farmacêutica -
Caso as previsões sejam confirmadas, vacina da Pfizer seria uma das mais rentáveis da história da indústria farmacêutica

02/02/2021 10h53

Nova York, 2 Fev 2021 (AFP) - O grupo farmacêutico americano Pfizer calcula que as vendas de sua vacina contra a covid-19, elaborada com a empresa alemã BioNTech, alcançarão 15 bilhões de dólares em todo 2021, um valor enorme que pode aumentar se o laboratório assinar novos contratos de entrega.

Caso as previsões sejam confirmadas, essa vacina seria uma das mais rentáveis da história da indústria farmacêutica. A Pfizer, que anunciou nesta terça-feira (2) seus resultados trimestrais, espera obter com este produto um lucro antes de impostos entre 25% e 30%.

No quarto trimestre de 2020, a empresa vendeu vacinas por US$ 154 milhões, após a aprovação das autoridades de saúde em vários países no final de 2020.

A Pfizer, que no mês passado divulgou uma primeira estimativa de seu lucro ajustado por ação, o revisou em alta após novos cálculos sobre sua renda potencial com a vacina.

Agora espera obter um lucro ajustado por ação de entre 3,10 e 3,20 dólares, contra a margem de 3 a 3,10 dólares que anunciou em janeiro.

Esse lucro é o indicador monitorado pelos círculos financeiros para medir a lucratividade de uma empresa, já que não leva em consideração elementos externos como impostos e alguns custos.

A Pfizer prevê um volume de negócios total em 2021 entre 59,4 bilhões e 61,4 bilhões de dólares, o que representaria um aumento entre 42% e 47% em relação a 2020.

De acordo com a empresa, as previsões são baseadas na hipótese de uma "recuperação contínua da atividade macroeconômica e da saúde ao longo de 2021, à medida em que as populações recebam vacinas contra a covid-19".

No quarto trimestre de 2020, o volume de negócios da Pfizer aumentou 12%, a 11,7 bilhões de dólares. O aumento foi resultado principalmente das vendas de tratamentos contra vários tipos de câncer (+23%) e do conjunto das vacinas do grupo (+17%).

O laboratório americano, que registrou um prejuízo líquido de 333 milhões de dólares no quarto trimestre de 2019, obteve desta vez um lucro líquido de 534 milhões de dólares no mesmo período.

No conjunto de 2020, o volume de negócios do grupo subiu 2%, a 41,91 bilhões de dólares. No entanto, seu lucro líquido caiu em 41%, a 9,6 bilhões de dólares.