PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Wall Street fecha no vermelho com Nasdaq em queda de 3,5%

25/02/2021 20h18

Nova York, 25 Fev 2021 (AFP) - A bolsa de Nova York fechou no vermelho nesta quinta-feira (25) em um mercado cada vez mais preocupado com o aumento das taxas de juros dos bônus do Tesouro americano com dez anos de prazo, que atingiram um máximo em um ano.

O índice tecnológico Nasdaq levou a pior, com queda de 3,52%, a 13.119,43 pontos, enquanto o Dow Jones perdeu 1,75%, a 31.402,01 unidades, e o índice ampliado S&P 500 recuou 2,49%, a 3.829,34.

"O rápido movimento de alta dos rendimentos obrigatórios parece preocupar os investidores e põe sob pressão setores concentrados no crescimento, particularmente o das tecnologias da informação", destacaram os especialistas da Charles Schwab.

A taxa de juros dos bônus do Tesouro americanos com dez anos superou nesta quinta 1,50%, um máximo em um ano, um indício dos temores dos mercados de uma pressão inflacionária nos Estados Unidos.

Por volta das 18H00 GMT (15h de Brasília), a taxa com dez anos chegou a 1,61% antes de cair. Às 20H00 GMT (17h de Brasília), estava em torno de 1,51%.

Desde o início do ano, subiu mais de 60%.

Os rendimentos dos bônus evolui em sentido inverso ao seu preço. Um aumento nas taxas de juros é, portanto, reflexo de um movimento de vendas de bônus do Tesouro.

Uma alta rápida nos preços ao consumo por uma forte reativação do consumo poderia levar o Federal Reserve (Fed, banco central americano) a elevar suas taxas de juros para moderar a inflação.

O presidente do Fed, Jerome Powell, assegurou esta semana que o organismo manterá suas taxas de referência baixas, entre 0% e 0,25%.

Empresas que seriam diretamente afetadas por uma alta nas taxas de juros que poderia deter seu crescimento e capacidade de investimento, as principais empresas tecnológicas sofreram em Wall Street: Apple, Amazon, Alphabet e Facebook perderam todas mais de 3%.

dho/lo/esp/mr/mvv