PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

As principais verificações da AFP nesta semana

26/03/2021 09h36

Rio de Janeiro, 26 Mar 2021 (AFP) - Veja a seguir a seleção das principais verificações da AFP nesta semana:

1 - PRONUNCIAMENTO BOLSONARO

Em pronunciamento em rede nacional no último dia 23 de março, o presidente Jair Bolsonaro citou as ações que o governo federal tomou para lidar e conter a pandemia de covid-19 no país, e se solidarizou com as famílias das quase 300 mil vítimas da doença no Brasil. Abaixo, o AFP Checamos analisou algumas declarações do mandatário durante o seu discurso.

http://u.afp.com/PronunciamentoBolsonaro

2 - LULA FLAGRADO EM BAR

Um vídeo que supostamente mostra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) flagrado por um homem enquanto está em um bar, sem máscara, durante a pandemia de covid-19, foi compartilhado milhares de vezes em redes sociais desde setembro de 2020. O vídeo, que voltou a circular em março deste ano, não mostra, contudo, o petista. O protagonista da gravação abordou, na verdade, Wagner Pires de Sá, ex-presidente do time de futebol Cruzeiro.

http://u.afp.com/LulaBar

3 - LULA E PESQUISA

Com mais de 32 mil compartilhamentos nas redes sociais desde o dia 9 de março, publicações afirmam que 93% dos entrevistados em uma suposta enquete querem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva preso. No entanto, não foi encontrado qualquer registro desse dado em nenhuma consulta já divulgada. Uma pesquisa feita pela consultoria Atlas Política e publicada em 11 de março pela edição brasileira do jornal El País apontou que 50,1% dos brasileiros concordam com uma eventual prisão do ex-presidente.

http://u.afp.com/Lula93

4 - ÓBITOS POR COVID-19 E LEITOS

Publicações compartilhadas mais de 17,2 mil vezes nas redes sociais desde o último 16 de março questionam o motivo pelo qual milhares de leitos não são liberados diariamente se o Brasil tem registrado mais de 2 mil mortes diárias pela doença. Mas essa suposição é enganosa, pois o número de infectados supera a capacidade hospitalar do país e, segundo uma especialista, os óbitos por covid-19 não se registram exclusivamente em hospitais.

http://u.afp.com/MortesLeitos

5 - PROIBIÇÃO DE TRATAMENTO PRECOCE?

Circula nas redes sociais desde 16 de março um vídeo no qual um homem que não se identifica denuncia que os infectologistas brasileiros assinaram um documento em que se comprometeram a não prescrever o chamado "tratamento precoce" contra a covid-19. Essa alegação, compartilhada mais de 1.300 vezes, é falsa. Apesar de alertarem para a falta de evidência científica desse tipo de medicação, o Ministério da Saúde e a Sociedade Brasileira de Infectologia negaram a existência da proibição.

http://u.afp.com/MedicosProibidos

6 - ADÉLIO COM LULA, DILMA, GLEISI E BOULOS

Uma imagem que supostamente mostra os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff ao lado de Adélio Bispo, que esfaqueou Jair Bolsonaro quando este ainda era candidato à Presidência, foi compartilhada milhares de vezes em redes sociais desde setembro de 2018. No entanto, o homem identificado na foto - que voltou a circular amplamente no início de 2021 - não é Adélio. Trata-se de João Paulo Rodrigues, líder do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

http://u.afp.com/LulaAdelio

7 - FÁBIO PORCHAT E LEI ROUANET

Publicações insinuando que o ator Fábio Porchat se beneficiou propositalmente de uma fraude à Lei Rouanet circulam nas redes sociais desde 17 de março passado. No entanto, a alegação, compartilhada mais de 14 mil vezes, é enganosa, já que o ator não foi investigado pela Operação Boca Livre, deflagrada pela Polícia Federal em junho de 2016.

http://u.afp.com/FraudePorchat

cc

PUBLICIDADE