PUBLICIDADE
IPCA
1,16 Set.2021
Topo

Congresso peruano aprova novo saque de fundo de pensão durante a pandemia

30/03/2021 22h00

Lima, 31 Mar 2021 (AFP) - O Congresso peruano aprovou nesta terça-feira (30) um terceiro saque dos fundos de pensão para afiliados que sejam considerados afetados pela pandemia de covid-19.

A proposta plutipartidária, aprovada por 84 votos a favor, 6 contra e 13 abstenções, permite aos colaboradores das Administradoras de Fundo de Pensões (AFP) retirar até 17.600 soles (4.750 dólares) de suas contas.

A decisão foi votada durante sessão virtual, enquanto o Peru avança para a reta final da campanha para as eleições presidenciais e parlamentares conjuntas de 11 de abril.

O país está também no pico de uma segunda onda da pandemia, que elevou a 12.000 os contágios diários e a cerca de 200 os óbitos por dia nas últimas semanas.

Os maiores de 40 anos que não tiverem registrado contribuições nos últimos cinco anos poderão acessar a totalidade de seus fundos.

A proposta aprovada pelo Congresso beneficiará 6 milhões de contribuintes que viram minguar sua renda pela recessão que o Peru atravessa por causa da pandemia, segundo o presidente da comissão de Economia, Anthony Novoa.

O governo deve promulgar a lei antes de sua entrada em vigor.

Com esta decisão, sobem para três as retiradas de fundos das AFP que o Congresso aprovou desde março de 2020, quando a covid-19 atingiu o Peru.

Em abril do ano passado, a crise econômica resultante da pandemia levou as autoridades a aprovarem a retirada de até 25% dos fundos acumulados nas contas individuais, com um limite de 3.700 dólares para cada um dos sete milhões de afiliados.

Desde que a pandemia começou, foram retirados ao menos 5,5 bilhões de dólares por afiliados de quatro administradoras de fundos de pensões peruanos.

Com 33 milhões de habitantes, o Peru registra mais de 1,5 milhão de contágios e quase 52.000 mortes pela covid-19.

ljc/lda/mvv

PUBLICIDADE