PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Canadá restringe uso de pesticidas populares, sem proibi-los

19/05/2021 20h42

Ottawa, 19 Mai 2021 (AFP) - A agência de saúde do Canadá anunciou nesta quarta-feira (19) restrições ao uso do popular pesticida imidacloprida, mas não o proibiu completamente, assim como outros dois inseticidas que comprovadamente prejudicam insetos e pássaros.

O imidaclopride pertence a uma classe de produtos químicos chamados neonicotinoides, que são responsáveis pelo colapso de colônias de abelhas em todo o mundo e são suspeitos de prejudicar a memória e capacidade de voo de insetos e aves.

"A Health Canada concluiu que a proibição total dos pesticidas neonicotinoides não se justifica", afirmou Scott Kirby, chefe da gestão de pesticidas da agência, em coletiva de imprensa.

O funcionário disse que uma nova avaliação dos dados científicos descobriu que "alguns usos do imidaclopride não representam um risco para a saúde humana ou o meio ambiente, enquanto outros usos apresentam riscos preocupantes".

As restrições se aplicam principalmente a sementes para o cultivo de hortaliças e de tabaco, além das de gramíneas, que quando plantadas ao ar livre podem ser consumidas pelos pássaros.

As medidas anunciadas estão em linha com outras semelhantes anunciadas em março para os pesticidas clotianidina e tiametoxam, e incluem um limite nas taxas de aplicação e no número de aplicações, bem como zonas de amortecimento de pulverização.

Os neonicotinoides têm sido usados por quase três décadas em dezenas de milhões de hectares de terras agrícolas canadenses.

Recentemente, descobriu-se que eles estavam se acumulando em lagos, riachos e outros corpos d'água próximos a terras agrícolas, matando insetos aquáticos.

amc/ft/ll/gma/ic/mvv