PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Site pró-democracia de Hong Kong removido "por engano"

04/06/2021 08h56

Hong Kong, 4 Jun 2021 (AFP) - A plataforma Wix, baseada em Israel, admitiu nesta sexta-feira (4) que cometeu um "erro" ao remover um site pró-democracia de Hong Kong, após um pedido da polícia municipal.

O site já foi restabelecido, mas acredita-se que seja a primeira vez que a polícia de Hong Kong usa a lei de segurança nacional para solicitar a plataformas estrangeiras a censura de conteúdo.

Um dos principais ativistas do movimento pró-democracia de Hong Kong, Nathan Law, que fugiu de Hong Kong para o Reino Unido no ano passado, tuitou na quinta-feira que o Wix havia retirado o www.2021HKCharter.com, um site criado por ativistas estrangeiros que pede democracia na ex-colônia britânica.

Law publicou uma carta da polícia de Hong Kong ao Wix solicitando que a plataforma removesse um site de conteúdos "que podem constituir crimes contra a segurança nacional".

O documento dizia que os funcionários do Wix poderiam ser multados e presos por seis meses caso se recusassem a cumprir a ordem.

Law explicou que o site foi retirado do ar na segunda-feira e que mais tarde ele tentou convencer o Wix a restaurá-lo.

O site ficou novamente ativo assim que o ativista tornou o caso público. "O site foi retirado do ar por engano", disse um porta-voz do Wix em um e-mail à AFP nesta sexta-feira.

"Revisamos nossa análise inicial e percebemos que o site nunca deveria ter sido removido. Gostaríamos de nos desculpar por isso."

"Também estamos revisando nosso processo de controle para (...) garantir que esses erros não ocorram novamente", acrescentou o comunicado.

Para reprimir a dissidência em Hong Kong, Pequim impôs uma lei de segurança nacional e também concedeu à polícia poderes para censurar a internet.

jta/leg/juf/at/pc/es/jc