PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Bilionários que não pagam impostos, uma 'ajuda' inesperada para Biden

10/06/2021 11h22

Washington, 10 Jun 2021 (AFP) - A revelação de que, sem violar nenhuma lei, nos Estados Unidos há bilionários como Jeff Bezos e Elon Musk que não pagam impostos, poderia dar asas à iniciativa de Joe Biden para que os mais ricos contribuam "com a parte justa" e pressionar o Congresso para que adote a reforma tributária do presidente.

"Qualquer um, com contadores especializados, pode minimizar e, às vezes, reduzir a zero o imposto a pagar", disse à AFP Maya MacGuineas, presidente do Comitê para um Orçamento Federal Responsável, uma organização apartidária.

O debate voltou a ocupar um lugar central na terça-feira, quando a organização independente ProPublica revelou que vários bilionários, incluindo o executivos da Amazon, Jeff Bezos, e o da Tesla, Elon Musk, dois dos três homens mais ricos do mundo, pagaram pouco ou nenhum imposto em relação à sua riqueza total, composta em grande parte por ações de suas empresas e não só pela sua renda salarial.

Créditos fiscais para filhos dependentes, reduções vinculadas a empréstimos ou investimentos acima da renda: o código tributário americano é "como o queijo suíço, cheio de buracos", diz Maya MacGuineas, afirmando que essas reduções representam cerca de 2 bilhões de dólares cada ano.

"Quanto mais dinheiro alguém ganhar de diferentes formas, mais elementos poderá encontrar no código tributário para se aproveitar. E não tem nada de ilegal em fazer isso", insiste, destacando a necessidade de simplificar o sistema.

- Bilionários vs. trabalhadores -Essas revelações poderiam incentivar parte da opinião pública a favor de Joe Biden, que deseja que os mais ricos (empresas e famílias) paguem mais impostos.

"É hora de que as empresas e o 1% mais rico dos americanos paguem o que lhes corresponde", repetiu Biden no final de abril.

A reforma proposta pela Casa Branca planeja aumentar os impostos tanto para os cidadãos mais ricos como para as grandes empresas.

Várias personalidades citadas no relatório da ProPublica dirigem algumas das empresas mais lucrativas do planeta.

"Bilionários como Jeff Bezos, Elon Musk e Warren Buffett pagam uma pequena fração de sua riqueza em impostos em comparação com as famílias trabalhadoras. Não é justo", disse em um tuíte a senadora democrata Elizabeth Warren.

- "Impostos aos bilionários" -"Taxa de imposto real para os bilionários: Warren Buffett: 0,10%; Jeff Bezos: 0,98%; Michael Bloomberg: 1,30%; Elon Musk: 3,27%. Taxa de imposto para os trabalhadores americanos: 24,2%. Impostos para os bilionários. Façam-os pagar o justo", tuitou outro senador democrata, Bernie Sanders.

A oposição republicana, no entanto, continua contra qualquer tentativa de desfazer a política do ex-presidente Donald Trump, que em 2017 realizou grandes cortes de impostos, que beneficiaram os mais ricos.

"Sabemos que é preciso fazer mais para garantirmos que as empresas e os indivíduos que têm as rendas mais altas paguem o que lhes corresponde", afirmou na terça-feira a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki.

O plano de Joe Biden estabelece que, para 1% das famílias com as rendas mais altas, a taxa de impostos passaria de 37% para 39,6%.

Quanto aos ganhos de capital e as transações com ações de quem ganha mais de um milhão de dólares por ano, que até agora eram tributados em 20%, passariam a pagar também 39,6%. Apenas 0,3% das famílias seriam afetadas por esta medida.

E se alguém se esquecer de declarar todo o seu imposto ao Tesouro, terá que lidar com as autoridades tributárias, que tiveram seus meios de controle reforçados nesse governo.

jul/jum/dg/rsr/aa

TESLA MOTORS

Twitter

AMAZON.COM