PUBLICIDADE
IPCA
1,16 Set.2021
Topo

Iraque desenvolve projeto para recuperar todo gás queimado de seus campos de petróleo

19/09/2021 14h45

Bagdá, 19 Set 2021 (AFP) - O Iraque iniciou neste domingo (19) a implementação de um procedimento de recuperação de gás queimado de dois campos de petróleo localizados no sul deste país, o segundo no mundo a utilizar este método altamente poluente.

Este novo projeto, fruto de um contrato firmado em 2017 com a americana Baker Hughes, permitiria recuperar cerca de 200 milhões de pés cúbicos (cerca de 5,6 milhões de m3) de gás por dia que seriam queimados nos campos petrolíferos de Nasiriya e Gharaf, de acordo com um comunicado divulgado pelo Ministério do Petróleo.

A queima do gás que escapa durante a extração do petróleo é uma prática considerada crucial para a poluição do ar e emissões de gases de efeito estufa. As petroleiras queimam esse gás por ser muito mais barato do que processá-lo e depois comercializá-lo.

Um funcionário do ministério iraquiano explicou à AFP que ainda é necessário esperar 30 meses e a conclusão das obras de infraestrutura antes de realmente implementar o projeto, a fim de processar o gás normalmente queimado.

Este projeto visa "explorar o gás que escapa - de todos os campos de petróleo - do Iraque, consolidar a produção nacional de gás e preservar um meio ambiente limpo", disse o ministro Ihsan Ismail em um comunicado à imprensa.

De acordo com o Banco Mundial (BM), o Iraque é o segundo país do mundo a adotar essa prática, atrás da Rússia e à frente do Irã e dos Estados Unidos.

Em 2020, o volume de gás queimado no Iraque atingiu 17.374 milhões de m3 por ano, de acordo com o Banco Mundial.

ak-tgg/feb/age/eg/gf

PUBLICIDADE