PUBLICIDADE
IPCA
1,16 Set.2021
Topo

Milionário canadense acusado de dezenas de estupros aceita ser extraditado aos EUA

01/10/2021 12h07

Montreal, 1 Out 2021 (AFP) - O milionário canadense e ex-magnata da moda Peter Nygard, acusado de agredir sexualmente dezenas de mulheres, incluindo menores de idade, aceitou ser extraditado para os Estados Unidos, disse um tribunal de seu país nesta sexta-feira (1º).

Na prisão desde dezembro de 2020, o ex-magnata da moda de 80 anos compareceu nesta sexta-feira a um tribunal de Manitoba, Winnipeg, no centro do Canadá.

O advogado Scott Farlinger explicou que Peter Nygard, que acompanhou a breve audiência por videoconferência na prisão, aceitou a extradição.

"O processo pode avançar para que possa ser julgado nos Estados Unidos", confirmou Brian Greenspan, um de seus advogados.

"Agora terá a oportunidade de apresentar sua defesa e de contestar a veracidade das provas que foram apresentadas", acrescentou, lembrando que Nygard afirma "ser inocente".

O empresário não será transferido imediatamente aos Estados Unidos, já que o ministro da Justiça canadense ainda tem que aprovar essa extradição para que seja aplicada.

Nygard enfrenta nove acusações, incluindo as de crime organizado e tráfico sexual, que envolvem dezenas de vítimas. Os fatos supostamente ocorreram entre 1990 e 2020.

Durante a audiência, a polícia de Toronto também anunciou que emitiu uma ordem de prisão contra Peter Nygard por seis acusações de agressão sexual e três de sequestro, que teriam ocorrido entre 1987 e 2006.

tib/gen/rle/dg/yow/aa

PUBLICIDADE