PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Putin diz que erros europeus são os culpados por crise do gás

06/10/2021 11h02

Moscou, 6 Out 2021 (AFP) - O presidente russo, Vladimir Putin, disse nesta quarta-feira (6) que a Europa é responsável pela crise do gás, pois não assinou contratos de entrega de longo prazo suficientes com a Rússia, favorecendo a alta dos preços.

Os europeus "cometeram erros", disse Putin em um encontro televisionado com líderes do setor de energia russo.

De acordo com o presidente russo, "toda a política (europeia) consistiu em encerrar contratos de longo prazo, e hoje parece absolutamente óbvio" que essa posição "estava errada".

"Hoje o preço do gás bateu todos os recordes", acrescentou Putin, destacando que seu preço era "dez vezes superior à média do ano passado".

Nesta quarta-feira, os preços subiram 25% nos mercados europeus e atingiram máximos recordes, devido a uma demanda que cresce incessantemente antes do inverno boreal, à qual se soma uma oferta limitada e reservas reduzidas.

Algumas autoridades ocidentais acreditam que Moscou incentiva o aumento das tarifas e limita o fornecimento de gás para acelerar o comissionamento do Nord Stream 2, um polêmico gasoduto que conecta a Rússia à Alemanha.

Pouco antes, um porta-voz do Kremlin havia garantido que a crise de energia na Europa, onde os preços do gás estão quebrando recordes históricos, "não tem nada a ver" com a Rússia.

"Insistimos no fato de que a Rússia não tem e não pode ter qualquer papel no que acontece no mercado de gás na Europa", disse o porta-voz Dmitri Peskov.

Moscou "não tem nada a ver" com esta crise, reiterou.

Um terço das necessidades de gás da Europa são cobertas pela Rússia. A Europa tentou nos últimos anos diversificar suas fontes de abastecimento, sem grande sucesso.

apo/alf/me/mb/bl/mr

PUBLICIDADE