PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

FMI anuncia fechamento de escritório no Brasil

16/12/2021 16h46

Brasília, 16 dez 2021 (AFP) - O Fundo Monetário Internacional (FMI) anunciou nesta quinta-feira (16) que vai fechar seu escritório no Brasil em acordo com o governo, em meio a duras críticas do ministro da Economia, Paulo Guedes, à instituição.

"O FMI concordou com as autoridades brasileiras em encerrar o nosso escritório de representação em Brasília até 30 de junho de 2022", afirmou a organização em nota, confirmando um anúncio antecipado na quarta-feira por Guedes.

O acordo de assistência financeira entre o FMI e o Brasil foi concluído em 2005. No entanto, "o escritório foi mantido para facilitar o diálogo entre o corpo técnico do Fundo e as autoridades", explicou a nota.

O Ministério da Economia comunicou ao Fundo que a partir de 1º de julho de 2022 "não será mais necessário manter escritório de Representação do FMI em Brasília. O Fundo mantém escritórios apenas em países com os quais tem programa ativo, o que torna obsoleta a manutenção de um escritório no país", afirmou em uma declaração.

O ministro Guedes antecipou a decisão durante encontro com empresários em São Paulo.

"Vou dizer até com delicadeza que nós estamos dispensando o FMI. Eles estão aqui há bastante tempo, havia bastante desequilíbrio. E eu assinei: pode voltar", disse o ministro na quarta-feira.

"Vieram aqui para prever uma queda de 9,7%, e a Inglaterra ia cair 4%. Nós caímos 4%, a Inglaterra, 9,7%. Achamos melhor eles fazerem previsões em outro lugar", disse Guedes.

Em 12 de outubro, o FMI projetava um crescimento econômico de 5,2% para o Brasil neste ano, número um pouco inferior à projeção anterior.

A expectativa do mercado é de expansão econômica de 4,65% neste ano, segundo a última pesquisa Focus do Banco Central, abaixo dos 5,3% esperados em julho.

Em 2020, quando a pandemia atingiu a economia de forma direta, o PIB caiu 4,1%.

val/app/jc/mvv

PUBLICIDADE