PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Wall Street fecha em queda com Nasdaq em forte baixa

16/12/2021 19h47

Nova York, 16 dez 2021 (AFP) - A bolsa de Nova York fechou no vermelho nesta quinta-feira (16), com forte queda para o Nasdaq e os valores tecnológicos, em um mercado que digere as decisões dos bancos centrais.

O Dow Jones recuou 0,08% a 35.897,64 pontos, o tecnológico Nasdaq 2,47% a 15.180,43 unidades e o S&P 500, 0,87% a 4.668,67.

"Os investidores estão um pouco perdidos", explicou Gregori Volokhine, da Meeschaert Financial Services, depois que o mercado recebeu positivamente na quarta a mudança de tom do Federal Reserve, que encerrará suas compras de ativos em março, antes do esperado, abrindo a via para o aumento das taxas de juros para combater a inflação.

A inflação continua causando temor, segundo o analista. "O mercado começa a pensar que o Fed está atrasado. Surpreende que Jerome Powell (presidente da instituição) só tenha constatado em novembro que a inflação não era transitória", acrescentou.

Os investidores também absorveram as decisões de vários bancos centrais, como o da Inglaterra, primeira das grandes instituições a elevar as taxas de juros desde o início da pandemia.

"Surpreendeu ao decidir aumentar sua taxa de referência em 15 pontos de base para 0,25%", destacou Patrick O'Hare.

O Banco Central Europeu (BCE), por sua vez, manteve suas taxas e continuará suas compras de ativos até março, com uma perspectiva de inflação de 3,2% em 12 meses em 2022, antes de se estabilizar, segundo suas previsões.

Um aumento dos juros em 2022 é "muito improvável", disse a presidente do organismo, Christine Lagarde.

Entre os valores do dia, os setores que se beneficiaram do aumento das taxas tiveram uma sessão positiva. Wells Fargo fechou em alta de 2,78% a 50,30 dólares por ação; o Bank of America subiu 2,41% a 45 dólares, e o Goldman Sacks, 1,91% a 397,37 dólares.

Entre as tecnológicas, a Apple teve sua pior sessão desde março (-3,93% a 172,26 dólares).

vmt/jul/mr/mvv

PUBLICIDADE