PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Petróleo tem quarto dia consecutivo de alta

06/01/2022 20h28

Nova York, 6 Jan 2022 (AFP) - Os preços do petróleo tiveram o quarto dia consecutivo de alta, influenciados pela crise social no Cazaquistão, membro da Opep+, em um mercado extremamente volátil.

O barril do Brent para entrega em março, contrato mais negociado de Londres, ganhou 1,47%, a US$ 81,99. Em Nova York, o barril do WTI para fevereiro subiu 2,06%, fechando a US$ 79,46.

"Esse salto reflete o medo do mercado diante da escalada no Cazaquistão e da deterioração da situação política na Líbia", explicou Louise Dickson, da Rystad Energy.

Embora o Cazaquistão seja um grande produtor, a exploração de petróleo não foi afetada pelos distúrbios. "Com essa tendência de alta, precisa-se apenas de notícias, como a do Cazaquistão, para encorajar quem aposta na alta e assustar quem aposta na baixa", comentou o analista Stephen Schork, autor do Relatório Schork.

A crise no Cazaquistão representa uma ameaça adicional, em um mercado já preocupado com a oferta insuficiente. Com parte de suas instalações fechada à força e um oleoduto danificado, a Líbia se vê particularmente privada de cerca de 500.000 barris diários, enquanto a produção dos países que fazem parte do acordo Opep+ já não garante o volume esperado.

tu/jul/nth/ag/cjc/lb

PUBLICIDADE