PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

FAO pede ajuda emergencial para agricultores no Chifre da África

17/01/2022 14h23

Paris, 17 Jan 2022 (AFP) - A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) pediu nesta segunda-feira(17) a mobilização urgente de "138 milhões de dólares para ajudar quase 1,5 milhão" de produtores atingidos pela seca e gafanhotos no Chifre da África.

"Em uma região atingida por invasões de gafanhotos e pela covid-19, este terceiro ano consecutivo de chuvas insuficientes constitui uma séria ameaça à segurança alimentar", alertou a FAO em comunicado.

Os três países mais afetados são Somália, Quênia e Etiópia, onde um conflito na região do Tigré, no norte do país, colocou 400.000 pessoas em risco de fome.

"Um terceiro ano de seca devido ao La Niña aumenta o temor de uma grande crise alimentar se as comunidades rurais produtoras de alimentos não receberem assistência oportuna e personalizada", disse a FAO.

A FAO fez um apelo para liberar 130 dos 138 milhões antes do final de fevereiro para poder entregar água, sementes e forragem aos mais vulneráveis.

"A hora certa é agora", disse Rein Paulsen, diretor do Departamento de Emergência e Resiliência da FAO, lembrando que "o ciclo das estações não espera".

sb/ico/an/mb/jc