PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Reservas comerciais de petróleo nos EUA registram forte e inesperada alta

16/03/2022 13h23

Nova York, 16 Mar 2022 (AFP) - As reservas comerciais de petróleo bruto nos Estados Unidos registraram um forte aumento na semana passada, contrariando as expectativas do mercado, embora os estoques de gasolina tenham caído - anunciou a Agência americana de Informação sobre Energia (EIA, na sigla em inglês), na terça-feira (15).

Na semana que terminou em 11 de março, as reserva de petróleo bruto americano subiram 4,3 milhões de barris (mb), chegando a 415,9 mb, enquanto os analistas antecipavam uma queda de 1,8 mb.

As reservas de gasolina caíram, por sua vez, mais do que o esperado, em 3,6 mb.

Oscilando entre perdas e ganhos, os preços caíram depois da divulgação dos números da EIA.

Em Londres, por volta das 11h (horário de Brasília), o barril de Brent do Mar do Norte para entrega em maio perdia 1,19%, sendo negociado a US$ 98,78.

Em Nova York, o barril de West Texas Intermediate (WTI) para entrega em abril recuou 0,89%, avaliado em US$ 95,52.

Já as reservas estratégicas dos Estados Unidos caíram em 2 milhões de barris.

Desde novembro passado, quando a alta de preços se instalou no mercado, o governo americano tem usado essas reservas estratégicas de forma contínua, de modo a reduzir a pressão sobre os preços.

Com a invasão russa da Ucrânia em 24 de fevereiro, quando o petróleo teve mais motivos para subir, os Estados Unidos se comprometeram a usá-las ainda mais reservas, totalizando, no momento, 575,5 mb.

A produção de petróleo bruto dos EUA se manteve em 11,6 mb diários (mbd), longe de seu nível anterior à pandemia da covid-19. A utilização das capacidades das refinarias aumentou fortemente, chegando a até 90,4%.

A demanda caiu, por sua vez, para 20,6 mbd contra os 21,2 mbd da semana anterior, devido à queda do consumo de combustível para calefação.

vmt/eb/mr/tt