PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Nvidia paga USD 5,5 milhões ao controlador bolsista dos EUA para encerrar disputa

06/05/2022 13h48

Nova York, 6 Mai 2022 (AFP) - Nvidia, gigante de processadores e placas de vídeo, com sede no estado da Califórnia, aceitou pagar ao supervisor do mercado financeiro dos Estados Unidos 5,5 milhões de dólares para resolver uma disputa sobre o impacto da "mineração" de criptomoedas nas receitas da companhia.

Ao aceitar pagar 5,5 milhões de dólares, a Nvidia põe fim às demandas, mas não admite nem nega as acusações apresentadas pela Comissão da Bolsa e Valores (SEC).

A SEC acusou a empresa de tecnologia de não ter divulgado em seus resultados financeiros de abril a setembro de 2018 que a "mineração" - geração - de criptomoedas havia sido um elemento crucial do aumento das vendas de seus processadores gráficos destinados aos videogames.

"As infrações da Nvidia privaram os investidores de informação crítica para avaliar a situação financeira da empresa em um mercado chave", alegou Kristina Littman, diretora do departamento de cibersegurança e criptomoedas da SEC.

A "mineração" é o processo de criação de novos blocos na "blockchain" - "cadeia de blocos" -, o que faz com que as transações de criptomoedas sejam seguras. Os "mineradores" obtêm recompensas financeiras.

O controlador bolsista americano anunciou, nesta terça-feira (3), que quase havia duplicado o número de empregados nessa divisão de cibersegurança e criptomoedas, aumentando-o para 50.

Contatada pela AFP, a Nvidia se negou a realizar comentários sobre o assunto.

dho/Dt/LyS/llu/cjc/dd

NVIDIA