PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

AIE: África pode resolver problemas de energia em poucos anos com investimento razoável

20/06/2022 06h11

Paris, 20 Jun 2022 (AFP) - O acesso à energia na África, onde 600 milhões de pessoas vivem sem energia elétrica, pode ser resolvido até 2030 com o investimento em poucos terminais para receber gás natural liquefeito, afirmou a Agência Internacional de Energia (AIE) em um relatório regional.

"O problema de acesso à energia pode ser resolvido até o final desta década com um investimento anual de 25 bilhões de dólares, o valor necessário para construir um novo terminal de GNL (gás natural liquefeito) a cada ano", disse Fatih Birol, diretor da agência, à AFP.

"Está ao nosso alcance", acrescentou, antes de destacar a necessidade de "dobrar os investimentos". Atualmente, a "África recebe apenas 7% do financiamento de energia verde fornecido pelas economias avançadas aos países em desenvolvimento", lembrou.

A África tem 60% dos recursos solares solares do mundo, mas abriga apenas 1% das instalações fotovoltaicas, menos do que a Holanda.

As energias renováveis, junto com a eólica, hidrelétrica e geotérmica, deverão representar 80% da capacidade de energia elétrica instalada até 2030, tanto para objetivos energéticos como climáticos, segundo a AIE.

cho/uh/dlm/sag/mb/fp