PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Putin quer reforçar laços no BRICS diante das sanções ocidentais

22/06/2022 10h50

Moscou, 22 Jun 2022 (AFP) - Vladimir Putin defendeu nesta quarta-feira (22) reforçar os vínculos entre os países do chamado grupo BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China, África do Sul), diante das sanções ocidentais sem precedentes contra a economia russa devido ao conflito ucraniano.

"Os empresários dos nossos países são obrigados a desenvolver suas atividades em condições difíceis, já que os sócios ocidentais omitem os princípios de base da economia de mercado, do comércio livre", disse o presidente russo aos participantes do fórum econômico do BRICS, na véspera de uma cúpula telemática desses países.

O presidente russo denunciou "a aplicação permanente de novas sanções por motivos políticos", que contradizem "o bom senso e a lógica econômica elementar".

Nesse contexto, a Rússia está "redirecionando ativamente seus fluxos comerciais e contatos econômicos estrangeiros para parceiros internacionais confiáveis, especialmente os países do BRICS", destacou Putin.

"As negociações estão em andamento para abrir lojas da rede indiana na Rússia e aumentar a participação de carros chineses (...) no mercado russo", disse ele.

"As entregas de petróleo russo para China e Índia estão aumentando. A cooperação agrícola está se desenvolvendo de forma dinâmica", assim como a exportação de fertilizantes russos para os países do grupo, segundo o presidente russo.

A Rússia também quer trabalhar com seus parceiros "mecanismos alternativos de transferência internacional" e uma "moeda de reserva internacional" para reduzir a dependência do dólar e do euro.

bur/sg/es/mb/aa