IPCA
0,46 Jul.2024
Topo

Contra inflação, Banco da Inglaterra eleva taxa de juros para 4,5%, teto em 15 anos

Sede do Banco da Inglaterra em Londres - TOBY MELVILLE
Sede do Banco da Inglaterra em Londres Imagem: TOBY MELVILLE

11/05/2023 10h01Atualizada em 11/05/2023 11h15

O Banco da Inglaterra elevou sua principal taxa de juros pela 12ª vez consecutiva, nesta quinta-feira (11), agora para 4,5%, o nível mais elevado desde outubro de 2008, então início da crise financeira, em uma tentativa de combater a inflação no Reino Unido.

"O comitê (de política monetária) votou a favor de elevar a taxa de juros bancária em 0,25 ponto percentual, até 4,5%", anunciou a entidade em um comunicado, uma semana depois de aumentos similares por parte do Federal Reserve (Fed, Banco Central americano) e do Banco Central Europeu.

O Banco da Inglaterra (BoE) informou ainda que a economia britânica resistiu melhor do que o previsto desde janeiro deste ano e que não sofrerá contração neste início de 2023, como se temia - em particular, graças a preços de energia mais baixos do que o esperado.

Prevendo um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) britânico de 0,25% em 2023, e de 0,75%, em 2024, o banco "agora acredita que a demanda será maior" do que havia estimado em suas previsões de fevereiro, conforme trecho do resumo das conclusões de sua reunião de política monetária de maio.