Wall Street fecha em baixa e Fed mostra preocupações com economia dos EUA

A bolsa de Nova York fechou em baixa nesta sexta-feira (22), incapaz de se livrar da impressão deixada pela comunicação do Federal Reserve (Fed, banco central americano), que deu sinais de preocupação com a economia dos Estados Unidos para uma parte do mercado.

O índice Dow Jones caiu 0,31%, enquanto o Nasdaq recuou 0,09% e o S&P 500 perdeu 0,23%.

"O mercado deixou as coisas claras (...) e essa questão das taxas mais elevadas por mais tempo está pesando sobre as ações e sua valorização", comentou Kurt Spieler, da FNBO.

A sessão começou em alta, parecendo indicar um rebote técnico estimulado por uma queda nas taxas dos títulos, que estavam em alta. Os rendimentos dos títulos do governo dos EUA de 10 anos também recuaram para 4,43%, em comparação com 4,49% no fechamento do dia anterior.

"No início, os traders esperavam ver as compras se recuperarem", explicou Steve Sosnick, da Interactive Brokers. "Poderíamos ter esperado um movimento brusco após duas sessões ruins, especialmente a de ontem. Mas o impulso diminuiu".

A chegada do fim de semana também não ajudou. "As pessoas não queriam permanecer em posição de compra", avaliou o analista.

As declarações assertivas da governadora do Fed, Michelle Bowman, acentuaram a preocupação deixada pelo órgão na quarta-feira, ao dizer que esperava um novo aumento das taxas nos próximos meses.

A presidente da sede do Fed em Boston, Susan Collins, também afirmou que "um novo ajuste não estava claramente descartado".

tu/nth/cjc/am

Continua após a publicidade

© Agence France-Presse

Deixe seu comentário

Só para assinantes