PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Rio e SP fazem operação conjunta contra fraudes de ICMS

Empresas são suspeitas de simular operações, supostamente vendendo mercadorias para São Paulo, para gerar créditos indevidos de ICMS - Getty Images
Empresas são suspeitas de simular operações, supostamente vendendo mercadorias para São Paulo, para gerar créditos indevidos de ICMS Imagem: Getty Images

24/02/2021 09h48Atualizada em 24/02/2021 09h48

As secretarias estaduais de Fazenda do Rio e de São Paulo fazem hoje (24) uma operação conjunta para combater fraudes envolvendo créditos do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Sessenta e seis empresas estão sendo fiscalizadas na ação.

Segundo a Secretaria Estadual de Fazenda do Rio, essas empresas são suspeitas de simular operações, supostamente vendendo mercadorias para São Paulo, com o objetivo de gerar créditos indevidos de ICMS.

Essas empresas investigadas emitiram notas fiscais num valor total de R$ 5,4 bilhões, o que gerou benefícios indevidos de R$ 600 milhões em créditos de ICMS.

De acordo com a Secretaria Estadual de Fazenda de São Paulo, as notas fiscais são emitidas com destaque do imposto (ICMS), que é utilizado como crédito pelos destinatários paulistas na apuração do imposto devido em operações posteriores. Assim, o participante do esquema usa esses créditos para pagar menos imposto ao Estado de São Paulo, causando prejuízos ao erário e à concorrência.