Bitcoin volta a bater recorde e ultrapassa os US$ 12 mil

NOVA YORK, 6 DEZ (ANSA) - Pouco mais de uma semana após ultrapassar a marca dos US$ 10 mil, a criptomoeda bitcoin voltou a bater recordes de valorização nesta quarta-feira (6) e já é negociada acima dos US$ 12 mil.

De acordo com especialistas, a alta de hoje tem a ver com a liberação das autoridades dos Estados Unidos para a negociação de contratos futuros em bitcoin. A CBOE começará a negociar esses contratos no dia 10 de dezembro, enquanto o CME Group fará as negociações em 18 de dezembro.   

Atualmente, com essa série de recordes, o valor de mercado do bitcoin já está em US$ 200 bilhões --contra "apenas" US$ 16 bilhões do início do ano.   

No entanto, o mercado analisa esse avanço rápido da moeda virtual de maneira cautelosa, já que há o temor de uma nova bolha nos mercados. 

Bitcoin é fraude? Entenda por que bancos querem distância das criptomoedas

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos