Bolsas

Câmbio

Cinco coisas que vão dar o que falar hoje

Bloomberg

Lorcan Roche Kelly (Bloomberg) - Ted Cruz e Hillary Clinton ganharam em Iowa, os lucros da BP afundaram e o desemprego na zona do euro caiu. Eis alguns dos assuntos que vão dar o que falar nos mercados hoje.

Iowa

Hillary Clinton saiu vitoriosa na eleição democrata mais disputada da história em Iowa e os 49,9 por cento dos votos que obteve contra os 49,5% de Bernie Sanders são suficientes para garantir uma vitória mesmo faltando saber o resultado de um distrito. Do lado republicano houve duas surpresas: a vitória do senador Ted Cruz sobre Donald Trump e a força do terceiro lugar conquistado pelo senador da Flórida Marco Rubio, com 23% dos votos contra 24% de Trump. Outros perdedores da noite foram os pesquisadores de opinião, que tinham previsto uma vitória de Trump.

Queda dos lucros da BP

A BP informou uma queda de 91% nos lucros para o quarto trimestre, com um lucro ajustado de US$ 196 milhões, bem abaixo da estimativa média de US$ 814,7 milhões de dez analistas consultados pela Bloomberg. O prejuízo líquido anual da empresa em 2015 é o pior de sua história. As ações registravam uma queda de 7,8% às 10h55 em Londres. A Exxon Mobil Corp. informará seus lucros antes do encerramento da sessão de hoje.

Segundo dia consecutivo de queda do petróleo

Fevereiro teve um começo ruim para os investidores em petróleo que tinham achado certo alívio nos últimos dias do inverno, já que os futuros chegaram a baixar 2,6% em Nova York após caírem 6% na segunda-feira, eliminando os ganhos da semana passada. Para piorar os problemas dos produtores, ontem a Standard Poor's diminuiu a nota de crédito da Royal Dutch Shell para o nível mais baixo desde que começou a cobertura em 1990 e deu uma perspectiva negativa para a BP, a Eni, a Repsol, a Statoil y e a Total. Enquanto isso, aumentam as preocupações de que os preços baixos do petróleo possam ser ruins para a economia global.

Queda do desemprego na zona do euro

O desemprego na zona do euro caiu em dezembro para 10,4%, a taxa mais baixa em cinco anos, frente a 10,5% no mês anterior. Na Alemanha, o desemprego caiu para o valor mínimo recorde de 6,2% em janeiro e o número de desempregados se reduziu pelo valor sazonalmente ajustado de 20 mil. Na Itália, o desemprego se manteve em 11,4% em dezembro, gerando preocupações em relação ao crescimento.

Cenas do próximo capítulo

Os dados sobre vendas de carros nos EUA para janeiro serão publicados hoje. Os analistas projetam que o total de vendas de veículos será de 17,3 milhões, uma pequena alta em relação ao número de dezembro, porém abaixo do patamar de 18 milhões sustentado nos três meses anteriores. Os investidores também voltarão as atenções para a Alphabet, a matriz do Google, porque está prestes a superar a Apple como a empresa mais valiosa do mundo no trading após ter anunciado lucros acima das estimativas depois do encerramento da sessão de ontem.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos