Bolsas

Câmbio

Elon Musk programa exibição do Tesla Model 3 para março

Dana Hull

(Bloomberg) -- A Tesla Motors deu uma esperança aos investidores que sofreram com a queda de 40 por cento nas ações da fabricante de veículos neste ano ao afirmar que está no caminho certo em termos de desenvolvimento de seu muito aguardado Model 3, a razão de ser da empresa no mercado de massa.

A Tesla disse que o Model 3 seria revelado em 31 de março, primeira vez que a empresa estabelece uma data para o evento, e reiterou que iniciará a produção e as entregas no fim de 2017. Considerando o histórico da Tesla de atrasos de produto e orientação excessivamente otimista, combinado com o fato de que a General Motors lançará seu Chevrolet Bolt totalmente elétrico no fim deste ano, esta foi uma boa notícia para a menor e mais jovem fabricante de automóveis de capital aberto dos EUA. As ações da empresa subiram mais de 9 por cento nas negociações estendidas, na quarta-feira.

O CEO Elon Musk precisava de algumas boas notícias para os acionistas, que vinham liquidando ações devido ao medo de que a gasolina barata e os carros elétricos concorrentes minassem as vendas. Quando afirmou que o Model 3 está dentro do cronograma, Musk também disse que as vendas serão melhores que o esperado neste ano e que a deficitária Tesla está "em flagrante distância" em termos de fluxo de caixa positivo.

"Estamos realmente ansiosos em relação ao lançamento do Model 3, no fim do mês que vem", disse Musk durante a conferência de lucros do quarto trimestre, na quarta-feira. "Acho que ele será bem recebido e depois teremos a produção e a entrega no fim do ano que vem".

A Tesla está depositando suas esperanças de sair do vermelho e alcançar uma rentabilidade sustentável no Model 3, cujo preço mais baixo atrairá mais compradores. O Model 3 terá um preço de aproximadamente US$ 35.000 antes de incentivos como créditos fiscais federais ou descontos estaduais, mas a Tesla inicialmente lançará uma versão cheia de opcionais, como fez com o sedã Model S e com o SUV Model X.

Concorrência com BMW

Musk disse que o Model 3 será uma alternativa elétrica aos pequenos carros de luxo da Audi e da BMW em vez de um concorrente do Chevrolet Bolt. A GM venderá o Bolt, que terá autonomia de mais de 320 quilômetros com uma única recarga da bateria, por apenas US$ 30.000 após créditos fiscais. O Model 3 terá um preço similar, mas Musk já está tentando posicioná-lo como um carro de padrão mais alto que o Bolt.

"O Model 3 deveria ser encarado, na verdade, como uma espécie de concorrente do BMW Série 3 e do Audi A4", disse Musk.

O Série 3 e o A4 poderão facilmente ser vendidos por mais de US$ 40.000 com os opcionais.

'Plano mestre'

Com o Model 3 a Tesla conseguiu mais tempo para desenvolver o carro de forma que fosse fácil de construir, disse Musk. O veículo é 20 por cento mais leve e também menos complexo de produzir do que o Model S, disse ele.

"O Model S foi, de fato, o primeiro carro que fizemos por conta própria", disse ele. "Estávamos projetando-o para fazê-lo funcionar e não para facilitar o processo de fabricação, enquanto o Model 3 é realmente desenhado para a facilidade de produção".

Há aproximadamente uma década, em agosto de 2006, Musk publicou "O plano mestre secreto da Tesla Motors", uma postagem de blog na qual explicitava a estratégia de entrar no mercado automotivo no segmento de alto padrão e depois mover-se para baixo com volumes mais elevados e preços mais baixos.

A Tesla começou a vender o Model S em junho de 2012 e adicionou o Model X em setembro do ano passado. A empresa com sede em Palo Alto, Califórnia, enfrentou problemas de fornecimento e peças que iam desde a complexidade das portas "asa de falcão" do Model X até os assentos traseiros e os problemas com o acabamento cromado e as vedações da janela panorâmica.

Apesar desses problemas, a Tesla atualmente espera entregar 80.000 a 90.000 carros em 2016, ultrapassando a média das estimativas dos analistas, de 76.200 entregas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos