PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Cinco coisas que vão dar o que falar hoje

Lorcan Roche Kelly

09/03/2016 10h42

(Bloomberg) - O bull market faz sete anos, as ações europeias sobem na expectativa da reunião do BCE e Sanders surpreende Hillary Clinton. Eis alguns dos assuntos que vão dar o que falar nos mercados hoje.

Bull Market no S&P 500 faz sete anos

O bull market no S&P 500 comemora hoje seu sétimo aniversário, tornando-se o terceiro bull market mais longo da história do índice e, talvez, também o menos querido. Como o índice avançou apenas 0,5 por cento nos últimos 18 meses, talvez esse seja o primeiro bull market a morrer de tédio, em vez de acabar pelo otimismo excessivo, como é habitual. Jeffrey Gundlach, que administra o DoubleLine Total Return Bond Fund, de US$ 56 bilhões, com Philip Barach, está mais pessimista e diz que o índice tem uma vantagem de apenas 2 por cento de agora em diante, com uma desvantagem de cerca de 20 por cento. Os futuros do S&P 500 subiam 0,3 por cento às 10h45, horário de Londres.

Ações europeias se recuperam

As ações europeias estão se recuperando depois de dois dias de queda antes da reunião do BCE, que acontecerá amanhã e onde se espera que o presidente Mario Draghi anuncie mais medidas de estímulo. O Stoxx Europe 600 Index avançava 1 por cento até às 11h26 em Londres e a Prudential encabeçava uma alta das companhias de seguros depois de informar um aumento de 19 por cento nos lucros. Ontem à noite na Ásia as ações estavam em baixa e o MSCI Asia Pacific Index perdeu 0,3 por cento porque as ações de matérias-primas e energia sofreram pressão.

Sanders surpreende, Trump se consolida

Hillary Clinton chegou à eleição ontem em Michigan com uma liderança de 20 pontos sobre Bernie Sanders nas pesquisas, então a vitória dele nesse estado foi uma grande surpresa e também um alerta para a principal candidata à nomeação do Partido Democrata. Entre os republicanos, Donald Trump consolidou sua posição na disputa primária, com vitórias em Mississippi, Michigan e Havaí. Marco Rubio teve uma noite decepcionante e ficou em quarto lugar, atrás do senador do Texas, Ted Cruz, e do governador de Ohio, John Kasich.

Volatilidade nos mercados

O yield da dívida governamental do Japão com vencimento em 30 anos, que despencou 22 pontos-base no trading de terça-feira, perdeu todos esses ganhos em uma sessão de trading ontem à noite, quando os futuros de bonds a 10 anos foram interrompidos brevemente depois que os preços em queda desencadearam o chamado circuit breaker dinâmico. Nas commodities, o minério de ferro voltou a cair depois do 'contratempo surpreendente' nos preços na segunda-feira - que pode ou não ter sido provocado por uma exposição de flores na China - e o minério com 62 por cento de conteúdo entregue em Qingdao caiu 8,8 por cento para US$ 58,02 por tonelada. O petróleo bruto estava em alta, negociado a US$ 37,13 por barril, às 11h11, horário de Londres. O ouro estava em baixa.

Banco do Canadá

O Banco do Canadá divulgará sua decisão sobre os juros hoje às 10 horas, horário de Nova York. Todos os economistas consultados em uma pesquisa da Bloomberg preveem que o banco não modificará as taxas em um momento em que sinais contraditórios não oferecem nenhuma indicação concludente sobre o rumo que a economia tomará.