PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Campari comprará unidade de distribuição do Grand Marnier, dizem Fontes

Thomas Buckley e Ruth David

14/03/2016 15h41

(Bloomberg) - A Davide Campari-Milano SpA, destilaria italiana, comprará a unidade de distribuição internacional da fabricante francesa de conhaque Grand Marnier Group para dinamizar as vendas da empresa e acelerar sua expansão, de acordo com uma pessoa informada sobre o procedimento.

A Grand Marnier, que produz conhaque, armanhaque, pineau e vinhos, vinha trabalhando com a Rothschild para explorar opções estratégicas para a unidade, inclusive a venda, disseram pessoas com conhecimento do assunto em novembro. As ações da Grand Marnier, com sede em Paris, foram suspensas nesta segunda-feira antes de um anúncio. Uma transação poderia ser divulgada ainda nesta segunda-feira, disse a pessoa.

As ações da Campari subiam 2,6 por cento, para 8,16 euros, às 14h13 em Milão, revertendo as perdas anteriores. A Grand Marnier subiu 17 por cento nos últimos 12 meses, o que lhe conferiu um valor de mercado de 427 milhões de euros. Representantes da Campari e da Grand Marnier não quiseram comentar.

A distribuição da Grand Marnier atualmente é compartilhada em todo o mundo com a fabricante de champanhe Moët Hennessy, com a destilaria britânica Diageo e com diversas empresas atacadistas independentes.

A Campari, que informou vendas anuais mais altas que o esperado pelos analistas no início deste mês, cresceu mediante uma série de aquisições realizadas desde que Robert Kunze-Concewitz assumiu o cargo de CEO, há nove anos. No entanto, a fabricante do bourbon Wild Turkey e da vodca Skyy não fechou nenhum acordo depois dos dois que foram concluídos em 2014. O CEO disse na época que a empresa pretendia dar uma "pausa" nas transações.

A Grand Marnier foi fundada em 1827 por Jean-Baptiste Lapostolle, que deu início à destilaria produzindo licores de frutas. Seu emblemático conhaque costuma ser usado para preparar o drinque Cosmopolitan, o preferido da personagem Carrie, do seriado "Sex and the City", e da cantora Madonna. A empresa gera cerca de 140 milhões de euros em vendas anuais, mais da metade nos EUA.