PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Cinco assuntos que vão dar o que falar hoje

Lorcan Roche Kelly

29/03/2016 09h41

(Bloomberg) -- Bolsas sobem, Barclays adverte sobre as commodities e investidores esperam o discurso de Janet Yellen. Estes são alguns dos assuntos que vão dar o que falar nos mercados hoje.

Ganho das bolsas

Os mercados europeus sobem após retorno de um fim de semana de quatro dias. O Stoxx 600 Index subia 0,3 por cento às 10h30 em Londres. Ontem à noite, os mercados asiáticos caíram porque as ações foram negociadas ex-dividendo. Na China, o Shanghai Composite Index caiu 1,3 por cento porque os desenvolvedores imobiliários estenderam as perdas por causa da preocupação com as novas medidas para esfriar os preços em algumas das maiores cidades do país. Os futuros do S&P 500 não apresentavam grandes mudanças antes do discurso da presidente do Federal Reserve, Janet Yellen. Para os mercados emergentes, há uma boa notícia: março está prestes a ser o melhor mês para as ações deles desde 2012.

Advertência sobre commodities

O Barclays está advertindo que as commodities, inclusive o cobre e o petróleo, correm o perigo de sofrer quedas acentuadas e disse que a pressa dos investidores para sair poderia provocar uma queda dos preços. Como há sinais de que os investidores já estão mostrando cautela com o recente rali do cobre e os dados mostram que o novo rali do petróleo não está conquistando fãs, a advertência poderia estar justificada. O petróleo operava com uma queda de 68 centavos de dólar, a US$ 38,71 por barril, na New York Mercantile Exchange às 10h50, horário de Londres.

Discurso de Yellen

A presidente do Fed, Janet Yellen, falará hoje ao Economic Club of New York. Espera-se que o discurso comece às 12h20, horário de Nova York. O dólar estava se fortalecendo antes do discurso de Yellen, mas cedeu e opera em grande parte estável após os comentários do presidente do Federal Reserve de São Francisco, John Williams, em um evento em Cingapura, onde ele reiterou que o banco central subirá as taxas de juros gradualmente.

A inflação está chegando?

O dólar deteve um rali de seis dias ontem depois que dados mostraram que o gasto pessoal e o núcleo de inflação PCE quase não aumentaram em fevereiro. O segundo dado é considerado o indicador de inflação preferido do Fed. Há um problema similar na Europa antes do começo da última rodada de flexibilização quantitativa (QE, na sigla em inglês) nesta semana, já que as expectativas apontam que a inflação se manterá negativa em março. Isso não impediu a BlackRock de se unir à Pacific Investment Management na recomendação de que este é o momento para procurar coberturas contra a inflação. A estabilização dos preços do petróleo e um ajuste do mercado de trabalho contribuirão para um crescimento da inflação, dizem elas.

Caso contra a Apple é suspenso

Os promotores públicos dos EUA suspenderam o litígio após decifrarem os códigos de segurança do iPhone pertencente ao terrorista de San Bernardino. Embora esta seja uma vitória para a Apple porque ela não cedeu às exigências do FBI, a notícia mostra que o iPhone tem algumas falhas de segurança.

Título em inglês: Five Things You Need to Know to Start Your Day

Para entrar em contato com o repórter: Lorcan Roche Kelly Dublin, lrochekelly@bloomberg.net, Para entrar em contato com os editores responsáveis: Telma Marotto tmarotto1@bloomberg.net, Patricia Xavier

©2016 Bloomberg L.P.