Bolsas

Câmbio

Roubini prevê apenas um aumento dos juros pelo Fed em 2016

Andrey Biryukov e Olga Tanas

(Bloomberg) -- O Federal Reserve, banco central dos EUA, não elevará as taxas de juros mais de uma vez em 2016 após o surto de volatilidade global do início do ano, segundo Nouriel Roubini, presidente do conselho da Roubini Global Economics.

"O Fed elevará os juros apenas uma vez neste ano, e não quatro. Não chegará nem a dois aumentos", disse Roubini, em Moscou, em conferência sobre mercados emergentes organizada pelo Credit Suisse. Trata-se de um banco central "não apenas da economia dos EUA, mas também da economia global", razão pela qual "é mais provável que atue lentamente".

O caminho dos juros do Fed entrou em evidência depois que o banco elevou os custos dos empréstimos em dezembro pela primeira vez em uma década. Os investidores veem uma chance aproximada de 16 por cento de que outro aumento seja realizado quando a diretoria se reunir em junho e uma probabilidade de 33 por cento de que a taxa básica seja elevada na reunião de julho. Ainda assim, dois presidentes de Feds regionais disseram na terça-feira que ainda seriam justificados dois aumentos nos juros em 2016 porque a economia continua se expandindo e a inflação está subindo.

Entre os riscos para a economia global estão as perspectivas para a China e a eleição presidencial dos EUA, em novembro, segundo Roubini. Os países em desenvolvimento e as nações produtoras de commodities seriam as "primeiras vítimas" de um "pouso forçado" da China, disse ele.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos