Cingapura perde para Hong Kong na corrida por competitividade

David Roman

(Bloomberg) -- Cingapura e Hong Kong disputam há tempos a coroa de lugar mais competitivo para os negócios. Agora está surgindo um vencedor claro: Hong Kong.

Enquanto Hong Kong está subindo nos rankings mundiais de competitividade, Cingapura está caindo. Os últimos resultados da IMD, uma faculdade de administração suíça, colocou Hong Kong no topo da lista, tirando os EUA do primeiro lugar. Cingapura caiu do terceiro para o quarto lugar.

A IMD define competitividade como a capacidade de um país de criar um ambiente no qual as empresas podem gerar um valor sustentável. Os rankings são baseados em uma combinação de dados brutos e pesquisas de opinião com mais de 5.400 executivos, cobrindo quatro áreas principais: desempenho econômico, governo, eficiência comercial e infraestrutura.

Hong Kong e Cingapura ostentam baixos impostos, boa infraestrutura e procedimentos fáceis para abertura de empresas, então por que a divergência na competitividade?

Uma das razões é o enfraquecimento da economia de Cingapura em um momento em que as exportações do país, dependente do comércio exterior, estão sob pressão. Mas outro fator importante podem ser as regras mais estritas de Cingapura para a contratação de mão de obra estrangeira, o que aumenta os custos dos negócios.

"A principal diferença entre os dois territórios são as restrições de Cingapura à importação de mão de obra estrangeira e sua política de aumentar os custos trabalhistas para desencorajar as empresas a serem dependentes da mão de obra estrangeira", disse Brian Tan, economista do Nomura em Cingapura. "Quando os custos trabalhistas aumentam há um impacto na competitividade."

O índice sinaliza o mercado de trabalho de Hong Kong como mais competitivo que o de Cingapura. O território controlado pela China melhorou em relação a 2015 em pontuações como horas trabalhadas, níveis de qualificação, lei de desemprego e níveis de imigração.

Hong Kong também fica à frente de Cingapura em relação à eficiência comercial, incluindo produtividade e práticas gerenciais, segundo a IMD.

Estar entre os cinco melhores da lista, contudo, ainda é uma conquista. Cingapura ficou classificada em terceiro lugar na lista da IMD no ano passado, seu nível mais alto nos últimos cinco anos, e superou Hong Kong apenas uma vez nesse período, em 2014.

"Cingapura não fez nada errado, nem precisa fazer as coisas de forma diferente", disse Christos Cabolis, economista-chefe do IMD World Competitiveness Center em Lausanne, na Suíça. "É que simplesmente é muito difícil estar no topo da lista."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos