Bolsas

Câmbio

Com ou sem Brexit, aposte na volatilidade do ouro para lucrar

Jasmine Ng e Rishaad Salamat

(Bloomberg) -- O Société Générale apresentou uma forma de os investidores lucrarem com o referendo do Reino Unido sobre a permanência na União Europeia independentemente do resultado: aposte no aumento da volatilidade do ouro.

As oscilações dos lingotes deverão aumentar tanto se os eleitores escolherem ficar quanto se preferirem cortar laços com o maior bloco comercial do mundo, segundo uma nota do banco que explica as estratégias de trading. Os investidores podem adotar posições compradas para o chamado swap de variação do ouro, que ganha valor com o aumento da volatilidade, disse Mark Keenan, chefe de pesquisa de commodities para a Ásia, à Bloomberg Television nesta quarta-feira.

Os mercados continuam nervosos antes da votação de quinta-feira em meio aos alertas de governos, bancos centrais e investidores como George Soros de que a votação pela saída da UE perturbaria moedas, ações e matérias-primas. O Société Générale estima que, na eventualidade de Brexit, o ouro subirá e o cobre e o petróleo cairão, enquanto a votação pela manutenção do status quo provavelmente prejudicará os lingotes. Em ambos os casos, é provável que a volatilidade do ouro suba, segundo o banco.

Aumento do valor

"Estimamos um salto de 10 por cento do ouro na eventualidade de Brexit", disse Keenan, que trabalha em Cingapura, projetando uma alta para US$ 1.400 a onça. "Estimamos que a volatilidade do ouro aumentará significativamente e isso ocorrerá, sob a perspectiva de um investidor, com o acesso a instrumentos como swaps de variação", que têm um aumento de valor com uma volatilidade maior, disse ele.

Na preparação para o referendo, os preços dos lingotes caíram em um momento em que os bookmakers sugerem que o lado da permanência está em vantagem, mesmo que diferentes pesquisas tenham colocado um ou outro lado à frente. O ouro era negociado a US$ 1.265,48 a onça às 12:18 em Londres, perto do nível mais baixo das últimas duas semanas. Na terça-feira, a volatilidade histórica de 100 dias do ouro atingiu o nível mais alto desde março de 2015.

Em caso de vitória da Brexit, para que os investidores "se beneficiem com o aumento da volatilidade do ouro, recomendamos posição comprada em swaps de variação do ouro", disse o banco na nota, acrescentando que o melhor é fazer a aposta antes do referendo. "Esta posição provavelmente se beneficiará tanto com a saída quanto com a permanência", disse.

Se o referendo endossar a permanência do Reino Unido na UE, a volatilidade do ouro provavelmente aumentará porque os investidores que haviam apostado no ganho dos lingotes se movimentarão para alterar essas apostas, segundo o banco. "Estimamos que o reposicionamento dos investidores que mantêm posições compradas para o ouro relacionadas à Brexit empurrarão a volatilidade para cima", disse o banco.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos