México pode ver saída de estrangeiros de mercado de títulos

Sebastian Boyd

(Bloomberg) -- A ligação entre o petróleo e o peso mexicano está se tornando mais frágil. Com isso, empresas como o BNP Paribas alertam que o mercado de títulos do país poderá enfrentar problemas.

Embora o destino do México esteja ligado há tempos ao preço do petróleo, essa relação se vê corroída em um momento em que alguns investidores vendem a moeda para se proteger contra os riscos globais, incluindo a possível saída britânica da União Europeia, disse o Banorte Ixe. Por isso, mesmo com a alta de 7 por cento do petróleo desde o final de abril, o peso caiu 8 por cento.

A desvalorização do peso levou o BNP Paribas a dizer em 17 de junho que existem riscos "consideráveis" de estrangeiros detentores de títulos soberanos de longo prazo, os chamados Mbonos, começarem a se desfazer dos papéis. Eles já reduziram suas posições em dívidas de curto prazo ao menor nível desde 2009 e o êxodo dos Mbonos seria um problema para o México, porque os estrangeiros detêm 42 por cento deles.

Os investidores em títulos de prazo mais longo já sofreram os piores prejuízos da América Latina no ano, de 4,2 por cento.

"As pessoas estão jogando a toalha", disse Álvaro Vivanco, chefe de estratégia para mercados locais do Banco Bilbao Vizcaya Argentaria. "Muitos investidores institucionais estrangeiros estão se frustrando com os Mbonos por causa do desempenho do peso".

Título em inglês: Oil's Broken Link to Mexico Peso Has BNP Warning of Bond Exodus

Para entrar em contato com o repórter: Sebastian Boyd em Santiago, sboyd9@bloomberg.net, Para entrar em contato com os editores responsáveis: Telma Marotto tmarotto1@bloomberg.net, Patricia Xavier

©2016 Bloomberg L.P.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos