Mercado subestima caminho dos juros adotado pelo Fed, diz Pimco

Wes Goodman

(Bloomberg) -- A Pacific Investment Management Co., que administra o maior fundo ativo de renda fixa do mundo, diz que os investidores estão subestimando a possibilidade do Federal Reserve elevar as taxas de juros após a decisão do Reino Unido de deixar a União Europeia.

A empresa considera também que este é um bom momento para comprar títulos do tesouro protegidos da inflação (TIPS, na sigla em inglês). A Pimco, como a empresa é conhecida, vem recomendando o TIPS ao longo de 2016.

Os títulos deram retorno de 6,6% no primeiro semestre, contra 5,7% do mercado como um todo, segundo dados do Bank of America. Os mercados financeiros estimam que não haverá aumento dos juros até o final de 2018, segundo um relatório da Pimco publicado no site da empresa na quinta-feira.

"Isto não parece plausível para nós e achamos que vale a pena posicionar-se para um ritmo mais rápido de ajuste", escreveu Andrew Balls, diretor de investimento de renda fixa global em Londres, no relatório. "Os TIPS dos EUA estão precificados de forma atraente e oferecem uma proteção valiosa contra a possibilidade de inflação mais elevada nos EUA nos próximos anos".

Abandono de apostas

O Pimco Total Return Fund, maior fundo de renda fixa gerenciado ativamente, com US$ 86,1 bilhões em ativos, deu retorno de 4,3% nos últimos 12 meses, ficando atrás de cerca de 60 por cento de seus pares, segundo dados compilados pela Bloomberg.

Os traders abandonaram as apostas de que o Fed elevará os juros em 2016 após a decisão do Reino Unido, em referendo realizado na semana passada, de deixar a UE, o que gerou a especulação de que a decisão limitará o crescimento econômico no Reino Unido e ao redor do mundo.

Os investidores estão recebendo sinais contraditórios em relação à perspectiva para a inflação.

Os contratos futuros do petróleo subiram 26% no período de abril a junho, maior ganho trimestral em sete anos.

Um indicador das expectativas de inflação para os EUA atingiu mínima recorde nesta semana. A taxa implícita de inflação no título para cinco anos, usada pelo banco central norte-americano para ajudar a guiar a política monetária, caiu para 1,31%, nível mais baixo registrado desde 1999, com base em dados compilados pela agência de notícias Bloomberg. O número é uma projeção do ritmo de crescimento dos preços ao consumidor entre 2021 e 2026.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos