Bolsas

Câmbio

Sumitomo amplia distribuição de crédito no Japão e no exterior

Finbarr Flynn e Tesun Oh

(Bloomberg) -- O Sumitomo Mitsui Financial Group quer vender mais empréstimos domésticos e internacionais aos investidores em um momento em que os yields estão desaparecendo no Japão e que os órgãos reguladores pressionam os bancos a fazerem melhor uso do capital.

O Sumitomo Mitsui Banking, principal unidade bancária do segundo maior banco do Japão em valor de mercado, criou um departamento de distribuição em abril com mais de 50 funcionários para oferecer dívidas a investidores como seguradoras e bancos regionais. Os presidentes dos três maiores bancos do Japão, incluindo o Mitsubishi UFJ Financial Group e o Mizuho Financial Group, disseram em maio que querem ver um maior giro de ativos em seus balanços em um momento em que miram comissões e margens mais elevadas.

Como o Banco do Japão está derrubando os yields sobre dívidas do governo de mais de 15 anos para o território negativo e a emissão de títulos corporativos do país representa menos de 5 por cento na comparação com os EUA, os investidores em renda fixa do Japão estão procurando alternativas com yields positivos. O Sumitomo Mitsui criou e vendeu 'project notes' estruturadas de empréstimos bancários pela primeira vez neste ano e recebeu consultas de investidores não envolvidos no acordo interessados em futuros negócios, disse Yosuke Yamada, vice-presidente do departamento de distribuição do SMBC, em entrevista na semana passada em Tóquio.

"Eu acho que eles estão analisando onde os mercados de títulos estão para dizer se a curva do yield é negativa além dos 15 anos, então as pessoas estarão preparadas para pagar pelos empréstimos", disse David Threadgold, chefe de pesquisa asiática da butique de investimento Keefe Bruyette & Woods em Tóquio. "Se a opção é amarrar o capital mantendo ativos que atualmente têm rendimento baixo e que, portanto, estão obtendo um retorno inadequado sobre o patrimônio, então na verdade a melhor opção pode ser simplesmente repassar esse ativo para outra pessoa que pague bem por ele por não ter nenhuma opção".

O recém-formado departamento de distribuição do SMBC fazia parte, anteriormente, de um grupo de originação e sindicalização maior, com cerca de 30 pessoas envolvidas na venda a investidores, segundo o banco. Os títulos de projetos solares que o banco vendeu neste ano vencem em 2035 e oferecem aos investidores um cupom mais elevado do que os títulos corporativos de classificação similar, disse Yamada.

O Sumitomo Mitsui, que possui a terceira maior empresa de leasing de aeronaves do mundo, também buscará oferecer aos investidores locais mais produtos de dívidas relacionados a aviões e a financiamentos de projetos, disse ele. O grupo divulgou 1,01 trilhão de ienes (US$ 9,8 bilhões) em taxas e comissões líquidas no período de um ano que terminou em março, um recorde para a empresa, enquanto a receita líquida de juros caiu 5,5 por cento, para 1,42 trilhão de ienes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos