Bolsas

Câmbio

Samsung aproveita Olimpíadas para lançar sistema de pagamento

Fabiola Moura

(Bloomberg) -- A Samsung Electronics está lançando seu aplicativo de pagamentos móveis no Brasil, uma aposta de que os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro podem servir de trampolim para mais mercados na América Latina, onde os celulares se tornaram uma importante via de acesso à internet.

O Samsung Pay, que troca os cartões de crédito de plástico pelo celular, estreou na Coreia do Sul em agosto passado e foi disponibilizado nos EUA em setembro e será o único sistema de pagamento móvel disponível para usuários de telefones celulares nas Olimpíadas, segundo Haley Kim, vice-presidente da unidade.

A maior empresa da Coreia do Sul está competindo com o Google, da Alphabet, e com a Apple para capturar uma fatia de um mercado que, segundo estimativa da Forrester Research, vai superar US$ 142 bilhões em 2019. Para as três empresas, os serviços de pagamentos móveis são uma forma de atrair os consumidores para os seus aparelhos -- seja um telefone com Android, um iPhone ou um Galaxy.

No Brasil, há mais linhas de telefonia celular ativas do que pessoas. A Samsung já possui 42 por cento de participação de mercado no país, segundo a Gartner, e está apostando em seu serviço Pay para atrair novos usuários apesar da recessão mais profunda em pelo menos um século.

"O grupo demográfico que usa esse tipo de aparelho no Brasil é o de clientes high-end, ou premium, que pode não ter sido impactado de forma significativa por essa crise econômica", disse Kim em entrevista, de São Paulo.

Patrocinadora oficial das Olimpíadas, a Samsung está vendendo uma edição comemorativa limitada do Galaxy Edge S7 com anéis e cores olímpicos. O sistema de pagamentos móveis também estará disponível para usuários dos modelos S7, A5 e A7, entre outros, disse Kim.

O sistema da Samsung se diferencia com uma tecnologia que imita um cartão magnético quando um telefone é usado com o leitor de cartões físicos de uma loja. Isto permite que os comerciantes aceitem pagamentos de celular com as maquininhas de cartões que já possuem. A mesma tecnologia será aplicada no Brasil, disse Kim.

A empresa está se associando com o Banco do Brasil e o Santander Brasil, entre outros, como emissores locais de cartões de crédito.

Desde seu lançamento, no ano passado, o Samsung Pay inscreveu 5 milhões de usuários nos EUA e na Coreia do Sul e atingiu US$ 1 bilhão em volume de transações na Coreia do Sul, disse Kim. O serviço também está disponível na China, Espanha, Austrália, Cingapura e Porto Rico.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos